Presidente do Náutico se pronuncia após atraso do uniforme e pede desculpas pelo ocorrido

 Presidente do Náutico se pronuncia após atraso do uniforme e pede desculpas pelo ocorrido

A derrota do Náutico por 3 a 2 para o Vasco, nesta terça-feira, no estádio do Arruda, também repercute fora das quatro linhas. Isso porque o Timbu entrou em campo após o horário previsto para a bola rolar por conta do atraso na entrega do novo uniforme do clube, lançado na madrugada desta terça.

As camisas não chegaram a tempo e a situação ficou ainda pior. Isso porque o Náutico não levou um uniforme reserva para o estádio, fazendo com que os jogadores ficassem no vestiário e só subissem ao gramado do Arruda por volta das 19h13 – a bola estava prevista para rolar de 19h, mas o pontapé aconteceu de 19h15.

Após a partida, o presidente do Náutico, Diógenes Braga, se pronunciou sobre o ocorrido. O mandatário pediu desculpas pelo lamentável episódio e assumiu que a responsabilidade é do clube alvirrubro.

“Quero abrir minha fala pedindo desculpas a todos. Quando ocorre uma situação inesperada, existem dois caminhos: buscar culpas e buscar soluções. E eu busco soluções. Nesse momento, as soluções já foram encontradas, mas entendo que o momento é de pedir desculpas à torcida, ao associado e a todo mundo”, iniciou Diógenes.

O que aconteceu com o uniforme do Náutico?

De acordo com o presidente alvirrubro, a grande questão foi a numeração nas novas camisas do clube. Ele explicou que existem duas formas de colocar o número no uniforme: o transfer, que é como se fosse a colagem de um número, e o silk, que é a pintura da numeração.

“Temos um fornecedor de camisa e um fornecedor de números. Quando chegou essa remessa de camisas, o fornecedor de números não mandou. E temos um fornecedor local, que atende com competência os três grandes clubes de Pernambuco, e buscamos a alternativa de fazer o uniforme”, explicou Diógenes.

“E esse fornecedor nos colocou que, não tendo o transfer, poderia ser feito o silk, não teria problema. Normalmente, a gente faz os uniformes para que eles estejam prontos 24 horas antes do jogo. E o fornecedor colocou que seria possível fazer, mesmo em silk, com queo uniforme estivesse pronto hoje por volta das 14h”, completou Diógenes.

“O que aconteceu foi que, pela situação das chuvas, essa empresa teve uma diminuição no quadro de funcionários hoje, e houve uma diminuição no volume de trabalho, o que gerou todo esse atropelo, que fez com que o uniforme chegasse atrasado”, disse o mandatário.

Com informações do NE45

Digiqole Ad Digiqole Ad

Notícias relacionadas