SDS e Moto Clubes Unem Forças Contra “Rolezinhos” na Região Metropolitana de Pernambuco

 SDS e Moto Clubes Unem Forças Contra “Rolezinhos” na Região Metropolitana de Pernambuco

Foto: Divulgação

Atenta aos movimentos recentes que ocorreram em diversas capitais brasileiras, incluindo o Recife, a segurança pública de Pernambuco está traçando novas estratégias para desencadear ações efetivas de combate aos chamados “rolezinhos” na Região Metropolitana e, em outras cidades do Estado. Nesta última quarta-feira (03), a Secretaria de Defesa Social (SDS) reuniu-se com representantes de moto clubes do Estado, buscando unir forças na coleta de informações relevantes, numa parceria que renda frutos para toda a população, em prol da paz social.

Como os integrantes dos “rolezinhos” praticam manobras perigosas em vias importantes de várias regiões da cidade e perturbam o sossego público, colocando em risco a segurança de todos, o apoio e integração com os moto clubes por meio de um canal de comunicação torna-se peça importante para auxiliar o poder público numa atuação mais efetiva de combate à prática. Atualmente, são mais de 800 moto clubes no Estado.

Na reunião preliminar, coordenada pela secretária executiva da SDS, Dominique de Castro Oliveira, foram discutidos temas como o disciplinamento do uso de motocicletas na área urbana da região Metropolitana e medidas disciplinares positivas, campanhas educativas, participação consciente, ações repressivas, dentre outros.

A SDS tem consciência que este não é um movimento relacionado aos motociclistas, que são pessoas muito comprometidas com a legalidade e o sossego alheio. Exatamente por isso, tomamos a iniciativa de chamá-los para nosso lado, para que obtenhamos maiores informações e consigamos traçar estratégias mais eficientes e mais eficazes de repressão aos ‘rolezinhos‘”, esclareceu a secretária executiva.

O secretário da Federação Pernambucana de Motociclismo (FEPEM), Ailton Cezar, parabenizou a iniciativa do poder público. “Momento ímpar para que possamos integrar a ideia comum da segurança no trânsito e do sossego da população, além de diferenciarmos nosso movimento dos motoqueiros que fazem essas práticas. Temos um estilo de vida, somos uma verdadeira família, andamos dentro da legalidade e apoiamos muitas causas e ações sociais”, ressaltou.

Essa reunião com os integrantes de moto clubes é importante para ampliar as ações de combate à prática dos “rolezinhos”, colaborando para a prevenção e repressão desses movimentos. Esse conhecimento produzido também será repassado à Polícia Civil para instauração de inquéritos policiais, com uma investigação mais robusta que resulte na repressão e prisão dessas pessoas“, pontuou o chefe do Serviço de Inteligência da Polícia Militar, coronel Geovani Nascimento.

Foto: Divulgação

Céu Albuquerque

Engenheira Civil em Segurança do Trabalho, especialista em Orçamentação, Planejamento e Controle na Construção Civil, Jornalista e Fotógrafa.

Related post

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *