Em Pernambuco, campanha de Danilo Cabral ‘esconde’ Paulo Câmara após alta rejeição do governador

 Em Pernambuco, campanha de Danilo Cabral ‘esconde’ Paulo Câmara após alta rejeição do governador

Pré-candidato do PSB ao Governo de Pernambuco, o deputado federal Danilo Cabral não deve ser visto com frequência ao lado do atual governador Paulo Câmara (PSB). Com uma alta rejeição no Estado, Câmara foi “escondido” nas primeiras inserções do horário eleitoral na TV da legenda, que optou por associar o deputado federal ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e ao ex-governador Eduardo Campos, que morreu em 2014.

De acordo com o levantamento do instituto Paraná Pesquisas divulgado no dia 16 do mês passado, a gestão do atual governador era desaprovada por 67,3% dos entrevistados – 27,7% aprovavam a gestão e outros 5% informaram que não sabiam.

Com números pouco favoráveis, a presença de Câmara na campanha de Danilo deve ser discreta, conforme Sileno Guedes, presidente do PSB em Pernambuco. “Temos um legado para defender e apresentar, cuja consolidação Paulo Câmara deu uma colaboração enorme. O governador vai estar presente como coordenador da campanha, mas cada um tem um papel”, disse o dirigente no lançamento oficial da pré-candidatura de Teresa Leitão (PT) ao Senado.

Um outro aliado, ouvido sob a condição de anonimato, diz que Câmara estará ao lado de Danilo, mas afirma que “o governador não vai parar de governar para fazer campanha”. O aliado diz que Câmara aparecerá, “mas sem destaque”. “O protagonista é Danilo, pois ele é o candidato”, diz.

Ele diz que Paulo Câmara estará nos vídeos da campanha, da mesma forma que outros gestores e ex-administradores aliados. Ele cita exemplos dos ex-governadores Jarbas Vasconcelos e Miguel Arraes, além de Pelópidas Silveira, primeiro prefeito de capital eleito pelo PSB.

A mesma pesquisa do instituto Paraná aponta que Danilo terá uma campanha dura. Segundo o levantamento, a deputada federal Marília Arraes (Solidariedade) está à frente na disputa, com 28,8% das intenções de voto, seguida da ex-prefeita de Caruaru Raquel Lyra (PSDB), que tem 16%. Na sequência, está o ex-prefeito de Petrolina Miguel Coelho (União Brasil), com 13,6%, e o ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes Anderson Ferreira (PL), com 12,1%. Danilo Cabral (PSB) aparece com 7,1%.

Com informações do Estadão 

Digiqole Ad Digiqole Ad

Notícias relacionadas