Neto critica ausência de campeões do mundo no velório de Pelé: “Talvez só vão onde ganham cachê”

Durante a Copa do Mundo, o campeão mundial de 2002 Kaká criticou a forma como os torcedores brasileiros lidam com os ídolos
 Neto critica ausência de campeões do mundo no velório de Pelé: “Talvez só vão onde ganham cachê”

Neto foi à Vila Belmiro às 1h da manhã – Foto: Reprodução

O ídolo do Corinthians e ex-jogador do Santos, Neto, foi à Vila Belmiro, durante a madrugada desta terça-feira (03), para o velório de Pelé. O apresentador criticou os campeões mundiais da Copa do Mundo de 1994 e 2002, além do técnico Tite que não foram se despedir do Rei do futebol.

“O Pelé é ídolo do mundo. Só que nosso país é sem cultura, sem educação. É um país que os pentacampeões não vieram, os tetracampeões não vieram, o treinador da Seleção não veio. Mas o mais importante é as pessoas virem. O Pelé é eternizado. As pessoas têm que entender que o Edson Arantes do Nascimento era uma pessoa como todos nós, que comete equívocos, que erra… O Pelé, não”, disse Neto.

Até o início desta terça, apenas Mauro Silva, campeão do mundo em 1994 e atualmente vice da Federação Paulista de Futebol, esteve na Vila Belmiro. Do elenco do penta, ninguém compareceu.

“Será que eles são importantes? Temos que imaginar quem são as pessoas importantes da sua vida, da nossa vida. Talvez as pessoas só vão onde ganham cachê. Eu respeito as pessoas, só acho que as pessoas têm que saber quem foi o Pelé. São campeões do mundo e não vieram ver o Pelé? No mínimo, é falta de respeito. Entendam como quiser. Uma pessoa não tem razão sozinha, temos que rezar o que tem que rezar. E aos que não vieram: não adianta falar depois”, completou o ex-jogador.

De acordo com o Uol, o Santos não foi notificado sobre a ida de campeões mundiais de 1994 e 2002. Ídolos da conquista, Ronaldo e Romário enviaram coroas de flores.

Durante a Copa do Mundo, o ex-seleção brasileira Kaká criticou a postura dos torcedores brasileiros em relação aos ídolos do país, que seriam mais criticados do que vangloriados. Ele chegou a dizer que Ronaldo Fenômeno no Brasil é “só mais um gordo andando pela rua”.

Digiqole Ad Digiqole Ad

Notícias relacionadas