Operação da Polícia Civil mira quadrilha investigada por lavagem de dinheiro e fraudes em licitações da Chesf

 Operação da Polícia Civil mira quadrilha investigada por lavagem de dinheiro e fraudes em licitações da Chesf

Uma quadrilha especializada em crimes de fraude em licitação e lavagem de dinheiro é alvo da Operação Lux, deflagrada pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (15).

De acordo com a polícia, o grupo atuava com fraudes em licitações da Chesf (Companhia Hidro Elétrica do São Francisco), por meio de empresas de “fachada” para concorrerem entre si. Na concorrência, uma das empresas da organização criminosa era a vencedora, dando a falsa impressão de disputa nas licitações, pois as empresas pertencem a um mesmo grupo econômico, comandado por um empresário, segundo os investigadores.

Policiais civis cumpriram 24 mandados de busca e apreensão domiciliar em quatro cidades da Região Metropolitana: Recife, Camaragibe, Jaboatão e Paulista.

A investigação foi iniciada em maio de 2021 e contou com o apoio da Diretoria de Inteligência (Dintel) e do Laboratório de Lavagem de Dinheiro (LAB), ambos da Polícia Civil. Todos os mandados foram expedidos pelo Juízo da Vara dos Crimes contra a Administração Pública e Ordem Tributária da Comarca do Recife.

Ao todo, 150 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães, participam da operação policial. A Polícia Civil informou que a Lux é a 31ª operação de repressão qualificada desencadeada neste ano de 2022.

A operação foi presidida pelo delegado Diego Pinheiro, titular da 2ª Delegacia de Combate à Corrupção.

Digiqole Ad Digiqole Ad

Notícias relacionadas