Transtorno nas estações geram superlotações na Região Metropolitana do Recife

 Transtorno nas estações geram superlotações na Região Metropolitana do Recife

pós a retomada das atividades os trens saíram lotados da Estação Camaragibe. Em Jaboatão dos Guararapes, os passageiros enfrentaram a demora do metrô, mesmo sendo aberto com atraso, houve mais espera. (Foto: Whatsapp/Reprodução)

Na manhã desta terça-feira (23), a estação Camaragibe estava lotada de passageiros, pois estava fechada em ato de protesto, a manifestação teve inicio na primeira hora de funcionamento da estação. Houve o fechamento na área de acesso ao terminal na parte dos ônibus e após as 7h ocorreu o bloqueio da Avenida Doutor Belmino Correia, Camaragibe.

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) divulgou que a Linha Recife Centro abriu com atraso após 5h40 devido a uma manutenção no ramal Jaboatão na madrugada, linha está operando normalmente. Após a retomada das atividades os trens saíram lotados da Estação Camaragibe. Em Jaboatão dos Guararapes, os passageiros enfrentaram a demora do metrô, mesmo sendo aberto com atraso, houve mais espera.

Quem utiliza o metrô diariamente enfrenta grandes transtornos de atrasos e má estrutura. Na segunda-feira (22), a CBTU informou que a Linha Recife Centro estava operando em na mesma via para trafegar nos dois sentidos, entre as estações Jaboatão e Floriano, por conta de problemas de sinalizações na via.

O metrô para quem almejava ir de Recife para Jaboatão deveria descer do trem na Estação Coqueiral e pegar novo trem pendular, que fica fazendo o percurso apenas no ramal Jaboatão, ainda segundo a companhia. Causando superlotação, houve aumento do intervalo entre os metrôs da Linha Centro.

Na estação Camaragibe houve a interdição dos dois sentidos da linha, inviabilizando o fluxo e fazendo com que os passageiros só tivessem a opção de ônibus, causando grande alvoroço e superlotação.

O protesto durante as 7h30 teve a situação de fogueira improvisada, com madeiras e lixo, efetuadndo o bloqueio da via. Os policiais militares do 20º Batalhão realizaram o acompanhamento da manifestação, esperando o Corpo de Bombeiros.

Digiqole Ad Digiqole Ad

Notícias relacionadas