Abreu e Lima celebra legado democrático com inauguração da Praça da Democracia

Prefeitura homenageia marco histórico das "Diretas Já" com novo espaço de lazer e convivência para a população.
 Abreu e Lima celebra legado democrático com inauguração da Praça da Democracia

Foto: Divulgação

Um dia após os 41 anos do levante democrático, que partiu da cidade de Abreu e Lima e tomou o Brasil nos anos 80, a Prefeitura realizou, hoje, a inauguração da “Praça da Democracia”. O equipamento confere nova estrutura completa e homenageia o mesmo espaço onde, em 1983, parlamentares abreulimenses promoveram a primeira manifestação registrada no país em favor do movimento das “Diretas Já”. 

A solenidade de inauguração foi marcada, sobretudo, pela reafirmação do pioneirismo e da importância do município na gênese democrática no país, bem como da relevância do centro de lazer e convivência para a população como lembrança de que a defesa da democracia deve ser perene e é responsabilidade de todos. 

Presentes no ato marcante de 1983, e também no evento de entrega da nova Praça, os ex-vereadores Severino Farias e Reginaldo Silva, bem como o ex-suplente de vereador, e ex-procurador Geral do MPPE, Aguinaldo Fenelon, discursaram sobre a experiência de verem que a luta em defesa da democracia segue gerando frutos, e mantém-se extremamente em pauta, mesmo quatro décadas após o regime militar.

Os familiares dos ex-vereadores José da Silva Brito e Antônio Amaro Cavalcanti, que também encabeçavam a manifestação, receberam as homenagens e falaram em nome dos parlamentares que deixaram seus nomes escritos na história do município. 

A nova Praça da Democracia recebeu um investimento aproximado de R$ 1 milhão da Prefeitura e entrega à população um espaço que conta com área de lazer para crianças e adultos, pista de cooper, área de convivência, palco para apresentações culturais, além de um monumento – uma escultura do artista Demétrio Albuquerque – destacando os feitos de Abreu e Lima na história do país, desde o protagonismo nos principais episódios da Revolução Praieira ao pioneirismo no movimento em prol das eleições diretas no Brasil.  

Para além da participação das autoridades e integrantes das instituições civis organizadas do município – o prefeito Flávio Gadelha, vice Murilo do Povo, secretários do Executivo, vereadores, líderes das comunidades religiosas, magistrados, agentes culturais e mais – o público também contou com uma expressiva presença da população e de representantes das diversas instituições do Estado, a exemplo do procurador Geral de Justiça do MPPE, Marcos Antônio Matos de Carvalho, o secretário de Justiça e Direitos Humanos do Governo de PE, Jayme Asfora, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Adalberto de Oliveira, além de representantes da ALEPE, Tribunal de Contas do Estado, Universidade Católica, dentre outros órgãos. Todos, em uníssono, ratificaram a importância do novo espaço e a contínua defesa da democracia. 

Em sua fala, o prefeito Flávio Gadelha também relembrou os feitos históricos do município e aproveitou para destacar que a Praça, totalmente renovada, não só surge para servir de memória, mas igualmente para dar vida a novas histórias, que terão o equipamento de lazer recém-chegado como palco.

Digiqole Ad Digiqole Ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *