Nos siga nas redes sociais

Agreste

Aroldo filia-se ao Republicanos, Silvino continua no PTB, Luizinho vai para o PSB de Sivaldo e Zaqueu monta chapa no PP e MDB

Publicado

em

Com o fim do prazo das filiações e da janela partidária para os detentores de mandatos nas câmaras municipais que se encerraram no sábado 04/04, as eleições que poderão ocorrer ou não entram em uma nova fase. Quem conseguiu formar candidaturas em torno de seus projetos será candidato a prefeito, quem não conseguiu deverá apoiar projetos maiores. 

Em Garanhuns, cidade considerada QG do PTB do ex-senador, ex-deputado federal e ex-ministro, Armando Monteiro, que é cobiçada há vários anos pela ala socialista do PSB do governador Paulo Câmara, os movimentos são no sentido de múltiplas candidaturas majoritárias. 


Aroldo Vicente –
Atual vice-prefeito do município, vinha tendo seu nome defendido pelo prefeito Izaías Régis (PTB) nos últimos meses, mas, recentemente teve que lhe dar com sua pré-candidatura desidratando e os rumores de não ser mais o agraciado pela ala governista eclodir. Mesmo assim acertou sua filiação ao Republicanos do deputado federal, Silvio Costa Filho e deve continuar o sonho de ser candidato a prefeito de Garanhuns. 


Silvino Duarte –
O ex-prefeito vinha sendo preterido até pouco tempo pelo prefeito Izaias Régis, mas, tinha uma ala governista simpática ao seu nome e contava com o apoio público de Armando Monteiro. O bom desempenho nas pesquisas eleitorais de 2019 e algumas em 2020 alavancaram-no e hoje o colocam como o principal nome para suceder o atual prefeito. Ficou no PTB o que foi determinante. 


Sivaldo Albino –
Principal nome da oposição, o ex-vereador e deputado estadual deve ser a principal pedra no sapato do PTB de Armando e Izaías. Tem plenas condições de ganhar a prefeitura e além de ter o apoio do governador Paulo Câmara conseguiu forma uma grande turma de pré-candidatos a vereadores que conta com nomes como Betânia e Tonho de Belo. 
Luizinho Roldão que vinha propagando sua pré-candidatura a prefeito com direito a evento do PCdoB e apoio da vice-governadora Luciana Santos, acabou sofrendo com a baixa estrutura partidária e anunciou filiação ao PSB de Sivaldo. Provavelmente será candidato a vereador. 


Zaqueu Naun –
Diante dos seus adversários é o que mais conversa com a periferia e tem perfil de povão. Figura bastante simpática aliou-se com o também vereador, Audálio Ramos, que é cotado para ser seu vice. Fez aliança com o ex-secretário Alfredo Góis e o conhecido Cel Campos que assim como Zaqueu já foi candidato a deputado estadual. 
Encontrou guarita no Progressistas de Dudu da Fonte, que ao lado de Claudiano Martins serão escudeiros do projeto majoritário. Deve ter abrigado as candidaturas proporcionais entre o MDB e o Progressistas. Tem penetração política necessária para surpreenderem. 

Pedro Veloso – É médico e um ponto fora da curva por ser filiado ao PT e defensor do ex-presidente Lula – já que sua classe médica em sua grande maioria carrega o antipetismo -, ao lado da presidente municipal Lucimar deverá realizar uma campanha com foco no social. 
A política em Garanhuns, assim como sua realização ou não em 2020 mostra-se indefinida sendo difícil apontar algum favoritismo neste momento.

Blog do Wellington Freitas