De lixão a parque: Petrolina transforma espaço de degradação em área de lazer

 De lixão a parque: Petrolina transforma espaço de degradação em área de lazer

Foto: Divulgação

Onde, por décadas, funcionou um lixão, símbolo de poluição e falta de dignidade humana, agora será erguido um equipamento para a prática de esporte e lazer. O prefeito de Petrolina, Simão Durando, deu a ordem de serviço, hoje, para a construção do Parque do Povo. O espaço será implantado no antigo Raso da Catarina, um local entre os bairros José e Maria e Vila Eulália.

Numa solenidade cheia de simbolismo, o prefeito, o deputado estadual Antonio Coelho e crianças de escolas públicas plantaram a primeira árvore do futuro parque. O evento contou ainda com a comunidade, vereadores e lideranças. O espaço público terá 77 mil metros quadrados e atenderá principalmente as comunidades do José e Maria, Vila Eulália, Antônio Cassimiro, Mandacaru entre outros.

O Parque do Povo contará com diversos atrativos, entre eles uma pista de atletismo. Também estão previstas quadras poliesportivas com marcação especial para esportes paralímpicos, aparelhos de ginástica, quadras e campos de futebol, pistas de bicicleta e de skate; quadras para esportes de areia, como beach tennis; entre outros equipamentos de lazer.

O prefeito Simão Durando destacou a simbologia da construção de um parque onde antes era um lixão. “Aqui estamos plantando a transformação. Vamos construir um parque para devolver ao povo esse local que já foi símbolo de muita tristeza e falta de humanidade. O ex-prefeito Fernando Bezerra acabou com o lixão e agora estamos construindo um parque para a periferia. Sem dúvida é um dia histórico para o nosso município”, destacou o prefeito no evento.

Céu Albuquerque

Engenheira Civil em Segurança do Trabalho, especialista em Orçamentação, Planejamento e Controle na Construção Civil, Jornalista e Fotógrafa.

Related post

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *