Deputado Urgencia Ação do Estado para Combater Mortalidade de Caprinos e Ovinos em Pernambuco

Produtividade e Economia dos Pequenos Agricultores Ameaçadas pela Seca.
 Deputado Urgencia Ação do Estado para Combater Mortalidade de Caprinos e Ovinos em Pernambuco

Foto: Divulgação

Em meio à seca intensa que assola os municípios do interior de Pernambuco, os produtores rurais enfrentam um cenário devastador com a perda significativa de rebanhos de caprinos e ovinos. Diante desse quadro preocupante, o deputado estadual Jarbas Filho (MDB) faz um apelo urgente ao Governo do Estado para que ative imediatamente o Programa de Vermifugação de Caprinos e Ovinos, já existente na Secretaria Estadual de Agricultura.

Entre os anos de 2023 e 2024, estima-se que cerca de sete mil cabeças foram perdidas devido à seca persistente no sertão pernambucano. Jarbas Filho destaca a necessidade de uma atenção especial por parte do Poder Público, sobretudo nas regiões onde os produtores dependem da pecuária, como os municípios situados no Sertão do São Francisco, Araripe, Central e Vale do Ipanema.

A caprino-ovinocultura desempenha um papel expressivo na formação econômica dos pequenos municípios do nosso estado. Esses produtores necessitam de socorro imediato para evitar maiores prejuízos decorrentes da seca. A assistência aos rebanhos visa, primordialmente, reduzir a taxa de mortalidade e ampliar a produtividade, beneficiando quase 30% do rebanho estadual, composto por aproximadamente 2 milhões de animais“, ressalta o parlamentar.

A implementação célere do Programa de Vermifugação é considerada essencial para resguardar não apenas a sustentabilidade da pecuária local, mas também a economia dessas comunidades. Jarbas Filho reforça a importância de medidas imediatas para evitar agravamento da situação e destaca que a urgência na proteção dos rebanhos reflete diretamente na preservação do modo de vida e na subsistência dos pequenos agricultores pernambucanos.

Digiqole Ad Digiqole Ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *