Enem 2023: Psicóloga dá orientações cruciais para enfrentar a pressão da prova

 Enem 2023: Psicóloga dá orientações cruciais para enfrentar a pressão da prova

Foto: Reprodução

Muitos jovens estão ansiosos e em contagem regressiva para a prova do Enem 2023, que será aplicada nos dias 05 e 12 de novembro. A preparação para um exame tão importante pode ser desafiadora e estressante, e com a aproximação da prova a tensão só parece crescer. 

O primeiro aspecto que podemos considerar é a questão do valor dessa prova, destaca a psicóloga Thayanna Tavares. “O Enem é posto socialmente como uma prova que decide a vida. Os jovens se preparam e dedicam grande parte de sua existência para este processo, portanto, o exame chega para estes grupos como algo “decisório” e balizador de competências”, esclareceu.

Diante desse contexto, informa Thayanna, o estudante pode depositar grande expectativa para o momento. “Vem a necessidade de consolidar decisões como, ‘O que serei profissionalmente?’, ‘Esta profissão me fará uma pessoa bem sucedida?’, ‘Darei conta de prover autonomamente minhas necessidades’? Estas questões bases dão vazão para muitos outros questionamentos que podem levar o jovem ao estresse, angústia, ansiedade, transtornos alimentares, transtorno obsessivo compulsivo, alterações do sono, depressão e muitas outras patologias”, enfatizou a psicóloga. 

Sinais de esgotamento

Thayanna Tavares descreve inúmeros sintomas físicos e emocionais que os candidatos podem observar como sinais de esgotamento ou sobrecarga emocional. Doenças crônicas, gastrites, problemas cardíacos, cansaço excessivo, falta de energia, cefaleia tensional, diminuição da libido, imunidade baixa, dores e tensões musculares pelo corpo, bruxismo diurno, alergias de pele, alterações no apetite (comendo demais ou perdendo a fome), dores na região da mandíbula (DTM), sensibilidade exagerada, excesso de empatia, choro fácil, alterações no sono e no apetite, aumento da irritabilidade, medo desproporcional, angústia, crises de ansiedade, sensação de vazio, lapsos de memória, falta de motivação para atividades rotineiras, problemas para dormir e quando consegue tem dificuldade para acordar.

Sobre as melhores maneiras de lidar com a pressão dos pais, familiares ou expectativas sociais durante o processo de preparação para o Enem, ela afirma que o diálogo e o estabelecimento de limites claros são boas ferramentas para quaisquer tipos de relacionamentos. “A mediação entre as expectativas dos pais e familiares e as próprias expectativas deve ser um ponto de discussão mesmo antes da chegada do Enem. Diante de conflitos de interesses, é importante que o jovem tenha clareza das suas escolhas e tomadas de decisão. É recomendável que pais e familiares evitem impor seus desejos diante das experiências do futuro universitário”.

Autocuidado

O equilíbrio é uma das premissas da saúde mental que ajuda os estudantes a lidar com essa contagem regressiva para enfrentar a prova com confiança e conquistar um bom desempenho do Enem, frisa a psicóloga. “Existem diversas estratégias e técnicas de estudo, que variam de pessoa para pessoa. Cada um define sua melhor forma de adquirir conhecimentos”.

Porém, um cronograma de estudos preestabelecido e uma rotina bem consolidada são ferramentas potentes de estudos, orienta a psicóloga Thayanna Tavares, que também é professora do curso de Psicologia da UniFTC Petrolina. “É fundamental ter estudos com pausas, momentos de ócio, lazer e também uma quantidade de horas de sono satisfatórias”, argumenta.  

Para além disso e não menos importante, o acompanhamento psicológico pode possibilitar espaços de reflexão que viabilizem contato com suas questões pessoais proporcionando assim, melhor conhecimento de suas potencialidades e resiliência psicológica.

Apoio UniFTC

Além dos serviços de saúde mental disponíveis pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a UniFTC disponibiliza serviços de apoio psicológico nas clínicas-escolas para os candidatos que estão passando por momentos difíceis.  

Em Petrolina, o colegiado de Psicologia da UniFTC oferece atendimentos clínicos e psicológicos gratuitos à comunidade do Vale do São Francisco, através do Núcleo de Atenção Integral à Saúde – NAIS. Em média, 200 pacientes são acompanhados mensalmente pelos discentes do curso. O agendamento pode ser feito pelo telefone (87) 8139 1915. O NAIS fica localizado na Avenida Clementino Coelho, 714, Centro.

//Serviço//

Atendimentos psicológicos gratuitos na UniFTC Petrolina

Local: Núcleo de Atenção Integral à Saúde – NAIS

Endereço: Avenida Clementino Coelho, 714, Centro

Agendamento: (87) 8139 1915

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *