Nos siga nas redes sociais

Pernambuco

Fernando de Noronha já está vacinando adultos a partir dos 29 anos contra a Covid-19

Publicado

em

Foto: Divulgação

O arquipélago de Fernando de Noronha está mobilizado para vacinar 100% de sua população a partir dos 18 anos contra a Covid-19 até o próximo dia 24 de junho. Na última sexta (11/06), foi iniciado o público a partir dos 40. Neste sábado (12/06), já está beneficiando aqueles com 29 anos ou mais. O avanço está sendo possível com a chegada de mais 1 mil doses na ilha, disponibilizadas pelo Programa Estadual de Imunização (PNI-PE), além do estoque que já estava disponível.

A recepcionista Cynthia Medeiros, de 29 anos, chegou cedo à quadra da Escola Arquipélago. Às 8h40 da manhã deste sábado já estava vacinada. “Acabei de fazer 29 e acho que é uma conquista muito grande da gente. Acho que é um marco histórico, principalmente por Noronha estar sendo o primeiro lugar que está avançando muito rápido nas vacinas. A partir de agora, vou ficar um pouco mais tranquila, mas os cuidados continuam os mesmos. Mas eu estou muito mais feliz e muito mais aliviada com isso”, disse.

Este avanço foi possível a partir de pactuação do Estado com os gestores municipais na Comissão Intergestores Bipartite (CIB-PE), tendo em vista as peculiaridades do local, como a localização geográfica e a necessidade de deslocar para o Recife um possível caso grave. Assim, Noronha será a primeira localidade pernambucana a vacinar todos aqueles elegíveis nesta campanha.

“Acreditamos que nos próximos dias vamos imunizar toda a população da ilha elegível para a vacina, a partir dos 18 anos. Nosso objetivo é reduzir drasticamente os casos da Covid-19, principalmente os graves e deixando a ilha mais tranquila e evitando a necessidade de um possível atendimento no continente”, pontuou a superintendente de Imunizações da SES-PE, Ana Catarina de Melo.

“Reforçar a nossa população que compareça à quadra da escola para fazer sua vacina, mas continuar mantendo o distanciamento social, o uso de máscara e a higienização das mãos”, frisou o superintendente de Saúde da ilha, Fernando Magalhães. Ele ainda lembra da necessidade da segunda dose, dentro de três meses, para finalizar o esquema vacinal.

Sistema de Comunicação de Pernambuco

Copyright © 2021 PE News. Desenvolvido por avanzzada

Grupo Remop