Hospital da Criança do Recife avança com 40% das obras concluídas e previsão de inauguração para dezembro

Investimento de R$ 116 milhões visa criar unidade hospitalar especializada para crianças e adolescentes.
 Hospital da Criança do Recife avança com 40% das obras concluídas e previsão de inauguração para dezembro

Foto: Hélia Scheppa

As obras do Hospital da Criança do Recife – Antônio Carlos Figueira (HCR), no bairro de Areias, seguem em ritmo avançado. Iniciada em janeiro deste ano, a construção já está com um progresso físico de 40%. Para entregar à população da capital pernambucana uma unidade hospitalar completamente voltada aos cuidados de crianças e adolescentes, estão sendo investidos R$ 116 milhões, com recursos advindos do Ministério da Saúde e da Prefeitura do Recife. O prefeito João Campos (PSB) vistoriou os trabalhos neste sábado (8).

O andamento da construção do Hospital da Criança do Recife é algo inédito na história da cidade. Em seis meses já temos 40% da obra pronta e entregaremos o equipamento completo no fim deste ano. Esta é uma obra que conta com recursos do Governo Federal, através do PAC, e representa o que é fazer uma gestão pública com qualidade. Aqui vemos a capacidade de fazer obras, tirar os projetos do papel e realizar investimentos”, ressaltou João Campos. 

Com uma área construída de 12 mil m² no terreno de número 121 da Avenida Recife, no bairro de Areias, o Hospital da Criança do Recife deverá ser inaugurado em dezembro deste ano. Neste momento, estão sendo executados os serviços de alvenaria, montagem da estrutura pré-moldada do prédio principal e a instalação dos sistemas hidrossanitários e elétricos. Além disso, estão em andamento as fundações para o pórtico de entrada, a guarita e o bloco de serviços.

O Hospital da Criança foi totalmente pensado de uma forma fabril. É um projeto muito sustentável, em que prevemos a redução de resíduos. Estamos concluindo toda etapa de estrutura física do pré-moldado e a obra está seguindo como esperado para ser entregue no fim deste ano”, explicou Cinthia Melo, chefe do Gabinete de Projetos Especiais (GABPE), que coordena a obra.

O Hospital da Criança do Recife terá capacidade para realizar consultas, exames e cirurgias de pequeno porte, ampliando o acesso de crianças e adolescentes da capital ao Serviço Único de Saúde (SUS). A unidade será equipada com 60 leitos, sendo 50 destinados à enfermaria e dez à terapia intensiva (UTI). 

O Recife tem uma demanda muito grande em pediatria e esse será o maior equipamento de saúde da cidade. Serão mais de 14 especialidades, 100 mil consultas por ano, cinco mil cirurgias, dois blocos cirúrgicos e mais de 26 tipos de exames diferentes. Isso tudo vai ajudar na organização da demanda voltada para a infância e as crianças e adolescentes do Recife contarão com um equipamento completo para atender às suas necessidades”, afirmou Luciana Albuquerque, secretária de Saúde do município.

Além disso, os meninos e meninas terão acesso a ambulatórios especializados em diversas subespecialidades pediátricas, como ginecologia, psiquiatria e neuropediatria. A unidade também oferecerá leitos integrais de saúde mental, um Serviço de Apoio Diagnóstico e Terapêutico (SADT), um Centro de Apoio ao Atendimento à Criança Vítima de Violência, e um Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), garantindo assim um atendimento completo e multidisciplinar.

A estrutura física da unidade hospitalar será distribuída em quatro andares, cada um com funções específicas. No térreo, além de seis recepções para acolher os pacientes e seus familiares, estarão localizados os serviços ambulatoriais especializados, SADT,  CEO, salas de vacinação e apoio social, farmácia e necrotério. Nesta mesma área, serão destinados espaços dedicados ao bem-estar e entretenimento das crianças, como playground, brinquedoteca, jardim de inverno, fraldários, lactários e banheiros.

No primeiro pavimento, estarão localizados os leitos de UTI e enfermaria. Na área, também serão destinados espaços de acolhimento para as famílias dos pacientes internados, visando proporcionar conforto e apoio emocional durante o período de tratamento. Além disso, será instalado terraço-jardim, playground e espaço ecumênico. O acesso a este pavimento será facilitado por meio de escadas rolantes e elevadores sociais, garantindo praticidade e acessibilidade a todos os usuários.

No segundo piso, estará concentrada a parte administrativa do hospital, incluindo um auditório para eventos e reuniões, cozinha, refeitório, depósitos, almoxarifado e vestiários para funcionários. Já no terceiro andar, haverá a Escola Hospitalar, assegurando a continuidade da educação para as crianças e adolescentes internadas no local. O objetivo é garantir que, mesmo durante a hospitalização e a impossibilidade de participar das aulas regulares, eles não tenham seus estudos prejudicados.

A estrutura do Hospital da Criança do Recife será projetada com janelas amplas, proporcionando vistas para o ambiente externo e permitindo o aproveitamento da luz natural durante o dia. Além disso, a decoração será enriquecida com painéis de madeira, incorporando elementos e pinturas que remetem à natureza e às brincadeiras infantis. Esses detalhes visam criar um ambiente acolhedor, estimulante e reconfortante para as crianças e adolescentes.

No estacionamento, o paisagismo foi planejado para proporcionar conforto térmico aos usuários. Além das vagas para veículos, a área contará com espaços de abrigo e convivência, onde serão incluídos elementos como balanços e piões mexicanos. Eles não apenas servirão como sombreiros, garantindo proteção contra o sol, mas também funcionarão como brinquedos para as crianças.

Digiqole Ad Digiqole Ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *