Lei Estadual no. 18.476 Institui o Programa Escola Amiga do Agro para Estudantes em Pernambuco

Deputado Henrique Queiroz Filho lidera iniciativa para integrar jovens à realidade agropecuária no início de 2024.
 Lei Estadual no. 18.476 Institui o Programa Escola Amiga do Agro para Estudantes em Pernambuco

Foto: Josimar Oliveira

No início de 2024, o setor agropecuário em Pernambuco recebe uma promissora novidade: a Lei Estadual no. 18.476, de autoria do deputado Henrique Queiroz Filho (PP), institui o Programa Escola Amiga do Agro na rede pública estadual de ensino. Em um compromisso inédito com a educação, o projeto visa promover uma conexão sólida entre os estudantes pernambucanos e a rica realidade agropecuária do estado.

A nova legislação, que entrou em vigor na última terça-feira (2), tem como propósito principal integrar os alunos do ensino fundamental e médio às atividades pedagógicas que destacam a importância do setor agropecuário para o desenvolvimento econômico e social de Pernambuco. O deputado Henrique Queiroz Filho enfatiza o compromisso com a educação em todos os segmentos da sociedade como ponto crucial para o avanço do estado.

Dentre as ações do Programa Escola Amiga do Agro, destaca-se o acesso a conhecimentos sobre o cotidiano do produtor rural, visando ilustrar a relevância da agropecuária para a região. Além disso, os estudantes terão a oportunidade de compartilhar informações sobre a produção agropecuária pernambucana, compreendendo sua importância para a geração de empregos, renda, alimentos e matérias-primas.

O programa também abrange a disseminação de conhecimentos sobre as etapas das cadeias produtivas agropecuárias, com um enfoque especial na valorização das atividades e políticas públicas destinadas ao setor agrícola. Henrique Queiroz Filho explica que o Escola Amiga do Agro visa, acima de tudo, preparar os estudantes para se tornarem cidadãos comprometidos com a segurança alimentar, a defesa agropecuária e a sustentabilidade.

A implementação efetiva do programa dependerá da regulamentação pelo Poder Executivo, que será responsável por estabelecer todos os aspectos necessários para sua aplicação. Além disso, caberá ao Executivo realizar convênios e parcerias estratégicas com instituições educacionais e empresas públicas e privadas, garantindo o sucesso do Programa Escola Amiga do Agro e sua contribuição para uma educação mais conectada com a realidade do estado.

Digiqole Ad Digiqole Ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *