Nos siga nas redes sociais

Coluna Do Investidor

O que é e como funciona a Curva de Juros?

Publicado

em

A curva de juros ou curva a termo, expressa o comportamento dos juros ao longo do tempo.

O objetivo dessa curva a termo é atuar como uma ferramenta de projeção. Trata-se de uma relação que representa a forma como o mercado precifica o risco.

O padrão dessa curva é composto por uma linha crescente.

No entanto, em determinados momentos, a taxa de juros de longo prazo poderá estar abaixo da taxa de curto prazo, ocasionando uma distorção gráfica que pode ser interpretada como um sinal de recessão.

A linha gerada em uma curva de juros se origina da relação de dois fatores:

  • tempo, ou prazo de maturação de um título. Eixo X de um gráfico;
  • cobrança de juros em cada período. Eixo Y de um gráfico.

 

Exemplo de uma curva de juros para NTN-F:

 

Quando o mercado possui expectativa que as taxas de juros subam, a inclinação da curva aumenta, originando uma abertura da curva de juros.

Mas, quando ocorre o contrário e a expectativa passa a ser de queda, a inclinação diminui. Ocasionando um fechamento da curva de juros.

Na renda fixa, por exemplo, uma abertura da curva tende a aumentar a remuneração dos investimentos pós fixados, ou seja, aqueles que estão atrelados à taxa Selic e ao CDI.

Ao mesmo tempo, os preços dos títulos prefixados caem, desvalorizando o investimento de quem comprou esses papéis a taxas mais baixas em um período anterior.

Quanto ao fechamento da curva de juros, há um efeito oposto: ele tende a deixar os investimentos pós-fixados menos interessantes.

Esse fechamento também tende a reduzir as taxas dos títulos prefixados e atrelados à inflação e, ainda, a valorizar esses títulos, beneficiando quem os tiver comprado a taxas mais altas.

A abertura e o fechamento da curva de juros também têm efeito sobre ativos de renda variável.

Juros futuros mais altos representam um custo de oportunidade maior, crédito mais caro e renda fixa mais interessante, reduzindo a atratividade dos ativos de renda variável.

Juros futuros mais baixos, por outro lado, invertem essa relação, aumentando a atratividade dos ativos de renda variável como um todo.

Nesse sentido, a curva de juros é muito importante na economia de um país, pois se refere à precificação dos títulos em diferentes momentos do tempo. Refletindo a própria confiança e os riscos do mercado.

 

Forte Abraço,

Arthur Lemos

Continue Reading
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de Comunicação de Pernambuco

Copyright © 2021 PE News. Desenvolvido por avanzzada

Grupo Remop