‘Operação Verão’ da Marinha intensifica fiscalização nas ilhas e balneários do Rio do São Francisco

 ‘Operação Verão’ da Marinha intensifica fiscalização nas ilhas e balneários do Rio do São Francisco

Operação da Marinha do Brasil (Foto: Reprodução/ TV Grande Rio)

A Marinha do Brasil lançou a ‘Operação Verão 2017/2018’ em todo país. O objetivo é intensificar as ações de conscientização e fiscalização do tráfego aquaviário nas áreas de maior concentração de embarcações e banhistas. No Vale do São Francisco, as vistorias estão sendo concentradas nas ilhas e balneários do rio, cujo o movimento cresce com as férias e os feriados prolongados.

De acordo com o segundo sargento da Marinha do Brasil, Willians dos Santos da Silva, as áreas de maior foco serão a ‘Ilha do Fogo’, por conta das embarcações que passam em alta velocidade no local, o ‘Balneário da Vovó’ na ‘Ilha do Rodeadouro’ e a Ilha do Maroto’.

O tema da campanha deste ano é ‘Segurança da Navegação: Quem valoriza a vida, respeita’. “Vamos fazer o que nós já fazemos, mas com mais rigor por conta do período de maior movimento no rio. Vamos intensificar a abordagem das embarcações, fazer a vericação dos materiais de segurança como colete, extintor, boia circular e verificar a documentação dos condutores e entregar folderes de carácter educativo para condutores”, explicou o segundo sargento.

Caso identificada alguma irregularidade, o condutor pode ser multado e, dependendo da gravidade da infração, ter a embarcação apreendida. “Ele pode ser notificado e terá que apresentar uma defesa para o capitão em até oito dias. Já se for muito grave a infração, o capitão julgará no momento uma multa”, esclarece.

As principais infrações encontradas na região são: o uso de bebida alcoólica durante a condução de embarcação, realização de manobras arriscadas próximas áreas de banhistas e embarcações com excesso de lotação.

De acordo com dados da superintendência de Segurança do Tráfego Aquaviário da Diretoria de Portos e Costas (DPC), de dezembro de 2016 a março de 2017, as embarcações que mais se envolveram com acidentes durante o lazer foram lanchas (57%), motos aquáticas (16%) e botes (11%).

Paralelo à operação, a Marinha estará promovendo também a campanha “Travessia Segura” que tem foco nas embarcações de transporte de passageiros. “Já intensificamos as fiscalizações nas barquinhas que fazem a travessia Juazeiro-Petrolina. As equipes fazem as vistoria dos itens de segurança delas e orientam as pessoas lá”.

Fonte: G1

Edição PE NEWS: Geibson Almeida

Digiqole Ad Digiqole Ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *