Parapan Santiago 2023: Brasil Alcança Marca Histórica com 200 Medalhas

 Parapan Santiago 2023: Brasil Alcança Marca Histórica com 200 Medalhas

Jogos Parapan-Americanos – Santiago 2023 – no Centro Deportivo Comunitario Lo Espejo. Mateus Carvalho e Oscar, classe BC3 com a medalha de ouro. © Washington Alves/CPB

Em um desempenho espetacular no quinto dia dos Jogos Parapan-Americanos Santiago 2023, o Brasil escreveu uma página dourada em sua história paralímpica ao conquistar 25 medalhas de ouro, ultrapassando a impressionante marca de 200 pódios. O atletismo, bocha, tiro com arco e natação foram os protagonistas do dia, com os brasileiros repetindo uma cena familiar: no lugar mais alto do pódio.

Além da expressiva conquista, o país celebrou a marca histórica de 1.500 medalhas na história do Parapan, reforçando sua posição como potência paralímpica. O destaque do dia foi Eugênio Franco, garantindo mais uma vaga para o Brasil nos Jogos Paralímpicos de Paris 2024 ao conquistar o ouro no tiro com arco.

Com esses resultados extraordinários, o Brasil segue liderando com folga o quadro de medalhas, somando 201 conquistas (92 ouros, 55 pratas e 54 bronzes). Os Estados Unidos ocupam a segunda posição, com 88 medalhas, enquanto a delegação colombiana se destaca na terceira posição, com 92 pódios, ficando atrás dos EUA apenas no número de medalhas de ouro. A performance impressionante dos atletas brasileiros não apenas consolida a liderança no Parapan, mas também promete um legado inspirador para as futuras competições paralímpicas.

Natação

  • O Brasil conquistou 27 medalhas: 16 de ouro, cinco de prata e seis de bronze.
  • A medalha de número 200 veio com Thomaz Matera: prata nos 50m livre das classe S12/13 (baixa visão).  Douglas Matera, irmão dele, ficou com o ouro na prova.
  • Atletas brasileiros dividiram o pódio em dez provas da natação, sempre com pelo menos uma medalha de ouro.
  • Sete novos recordes parapan-americanos foram estabelecidos.
  • Nos 200m medley da classe S14 (deficiência intelectual), pódio triplo brasileiro: Ana Karolina Soares com o ouro, Débora Carneiro com a prata, e Beatriz Carneiro com o bronze.

Bocha

  • No primeiro dia de disputas de medalhas, o Brasil conquistou cinco pódios: quatro de ouro e uma de bronze.
  • Andreza Vitória (BC1 – tem opção de auxiliar), Maciel Santos (BC2 – não tem auxílio), Mateus Carvalho e Evelyn de Oliveira (BC3 – com auxílio de calheiro) conquistaram medalhas de ouro.
  • José Carlos Chagas ficou com a medalha de bronze na classe BC1.

Atletismo

  • O Brasil conquistou 13 medalhas: quatro de ouro, cinco de prata e quatro de bronze.
  • Foram três dobradinhas brasileiras: no lançamento de dardo da classe F54, no salto em distância das classes T11 e T12 e no arremesso de peso da classe F55.
  • Wallace Santos (arremesso de peso da classe F55) e Caio Vinicius Pereira (arremesso de peso da classe F12) estabeleceram novos recordes parapan-americanos.

Tiro com arco

  • O cearense Eugênio Franco conquistou o ouro no tiro com arco composto da classe WH1 (atletas com deficiências graves em três ou quatro membros) e garantiu vaga para Paris 2024. Essa foi a oitava vaga que o Brasil conquistou para os Jogos Paralímpicos do ano que vem – antes, já havia garantido seis vagas no tênis de mesa e uma no tiro esportivo.

Outros resultados

  • A Seleção Brasileira de futebol de cegos foi derrotada pela Argentina por 1 a 0, e está fora da zona de classificação para a final. A equipe brasileira precisa vencer o Peru com bom saldo de gols nesta quinta-feira para avançar sem depender de outros resultados.
  • No Futebol PC (paralisados cerebrais), o Brasil venceu o Chile por 4 a 0. Este foi o quarto triunfo em quatro jogos.
  • No basquete em cadeira de rodas, a Seleção Brasileira masculina foi derrotada pela Argentina por 62 a 43 nas quartas de final, e está fora da briga por medalhas.
  • No rúgbi em cadeira de rodas, a Seleção Brasileira foi derrotada pelo Canadá por 60 a 45 na semifinal. Agora, o Brasil enfrenta a Colômbia na disputa pelo bronze.
  • Leandro Pena e Ymanitu Silva venceram os colombianos Campaz e Moreno por 2 sets a 1 e estão na final da chave de duplas do quad.
  • Maria Fernanda Alves e Meyricoll Duval venceram as colombianas Bernal e Martínez por 2 sets a 1 e estão na final da chave feminina de duplas.

Veja todos os medalhistas da delegação brasileira nesta quarta-feira, 22:

Atletismo

OURO Alessandro Silva – F11 – Lançamento de disco

OURO Lorena Spoladore – T11 – Salto em distância

OURO Caio Vinicius – F12 – Arremesso de peso

OURO Wallace Santos – F55 – Arremesso de peso

PRATA Alice Oliveira – T11 – Salto em distância

PRATA Marcos Vinicius – T12 – 400m

PRATA Fernanda Yara – T47 – 200m

PRATA Samira Brito – T36 – 200m

PRATA Poliana Souza – F54 – Lançamento de dardo

BRONZE Sandro Varelo – F55 – Arremesso de peso

BRONZE Cristian Ribera – T53/T54 – 800m

BRONZE Julyana Silva – F57 – Lançamento de disco

BRONZE Elizabeth Gomes – F54 – Lançamento de dardo

Bocha

OURO Andreza Oliveira – BC1

OURO Maciel Santos – BC2

OURO Mateus Carvalho – BC3

OURO Evelyn de Oliveira – BC3

BRONZE José Carlos Chagas – BC1

Natação

OURO Laila Suzigan – S5 – 100m peito

OURO Roberto Rodriguez – S5 – 100m peito

OURO Carol Santiago – S12 – 100m livre

OURO Wendell Belarmino – S11 – 100m costas

OURO Gabriel Araujo – S2 – 50m livre

OURO Carol Santiago – S12 – 50m livre

OURO Andrey Madeira – S9 – 400m livre

OURO Phelipe Rodrigues – S10 – 100m borboleta

OURO Lídia Cruz – S4 – 50m livre

OURO Cecília Araújo – S8 – 50m livre

OURO Laila Suzigan – S6 – 50m livre

OURO Douglas Matera – S12 – 100m livre

OURO Ana Karolina Soares – S14 – 200m medley

OURO Gabriel Bandeira – S14 – 200m medley

OURO Douglas Matera – S13 – 50m livre

OURO Revezamento 4x100m medley – 34 pontos – Mariana Gesteira, Lucas Mozela, Gabriel Cristiano e Cecília Araújo

PRATA Esthefany Rodrigues – S5 – 100m peito

PRATA Lucilene Sousa – S12 – 100m livre

PRATA Patricia Santos – S4 – 50m livre

PRATA Débora Carneiro – S14 – 200m medley

PRATA Thomaz Matera – S13 – 50m livre

BRONZE José Luiz Perdigão – S11 – 100m costas

BRONZE Lucilene Sousa – S12 – 100m livre

BRONZE Victor dos Santos – S9 – 400m livre

BRONZE Mayara Petzold – S6 – 50m livre

BRONZE Thomaz Matera – S12 – 100m livre

BRONZE Beatriz Carneiro – S14 – 200m medley

Tiro com arco

OURO Eugênio Franco – W1

A delegação brasileira

O Parapan de Santiago começou oficialmente no último dia 17, na cerimônia de abertura. Com exceção ao tênis de mesa, que tem jogos desde quinta-feira, 16, as disputas foram iniciadas no último dia 18.

Para esta edição, a delegação brasileira conta com 324 atletas, 190 homens e 134 mulheres, oriundos de 23 estados e do DF, em 17 modalidades. Desses competidores, 51 têm até 23 anos, 108 são cadeirantes, 132 são estreantes no evento continental, 72 treinam nos Centros de Referência do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e 11 disputaram o Parapan de Jovens, em Bogotá, Colômbia, no último mês de junho. 

Patrocínio

As Loterias Caixa e a Braskem são as patrocinadoras oficiais do atletismo.

As Loterias Caixa são a patrocinadora oficial do basquete em cadeira de rodas, rúgbi em cadeira de rodas, natação, bocha, futebol de cegos e goalball.

Programa Loterias Caixa Atletas de Alto Nível 

Os atletas Andressa Vitória, Maciel Santos, Mariana Gesteira, Alessandro Silva, Phelipe Andrew Rodrigues, Samira Brito, Wallace Santos, Beth Gomes, Wendell Belarmino, Laila Suzigan Abate, Lucilene Sousa, Lídia Cruz, Douglas Matera, Ana Karolina Soares, Beatriz Carneiro, Debora Carneiro, Gabriel Bandeira, Gabriel Araújo, Cecília Araújo e Patrícia Santos são integrantes do Programa Loterias Caixa, programa de patrocínio individual da Loterias Caixa que beneficia 91 atletas.

Time São Paulo

Os atletas Alessandro Silva, Ana Karolina Soares, Beth Gomes, Andrey Ribeiro Madeira, Cecília Araújo, Cristian Ribera, Evelyn Oliveira, Juliana da Silva, Lorena Spoladore, Lucilene Sousa, Maciel Santos, Phelipe Andrews Melo e José Carlos Chagas são integrantes do Time São Paulo, parceria entre o CPB e a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, que beneficia 106 atletas de 14 modalidades.

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *