Pernambuco é palco do 1º Encontro CãoLazar, que debate a leishmaniose visceral canina

 Pernambuco é palco do 1º Encontro CãoLazar, que debate a leishmaniose visceral canina

A primeira edição do Encontro CãoLazar, promovido pelo Laboratório de Doenças Parasitárias da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), terá o apoio e a participação da Vetoquinol Saúde Animal. A empresa é uma das 10 maiores indústrias veterinárias do mundo e está celebrando 90 anos de fundação e 12 anos de presença no Brasil. Com cunho científico, profissionais de renome debaterão a leishmaniose visceral. O evento será no dia 25 de agosto, no anfiteatro da UFRPE, em Recife (PE).

O médico-veterinário Jaime Dias, gerente técnico e de marketing de animais de companhia da Vetoquinol Saúde Animal, destaca que essa é uma excelente oportunidade para falar sobre prevenção e cuidados essenciais com a doença, que está em alta no país. Não há estatísticas específicas da incidência em animais, mas pesquisas científicas apontam que são 200 cães infectados para cada caso da doença em humanos”. E são cerca de 3,2 mil ocorrências em homens e mulheres por ano, em média, na última década, segundo estatísticas do Ministério da Saúde.

A leishmaniose visceral, também conhecida como Calazar, é causada pelo protozoário Leishmania chagasi, transmitido a partir da picada do chamado mosquito palha, nome popular da Lutzomyia longipalpis. “Esse mosquito é o grande responsável pela disseminação da leishmaniose, carregando a enfermidade de cão para cão e do cão para o ser humano. Os cães infectados apresentam diferentes sinais clínicos após a infecção, como desânimo, fraqueza, perda de apetite, emagrecimento progressivo, perda de massa muscular, descamações na pele, feridas no focinho, orelhas, região das articulações e cauda, além de perda de pelos, crescimento exagerado das unhas, vômito e diarreia”, completa Dias.

A Vetoquinol apresenta no evento um importante aliado na luta contra a leishmaniose: a coleira Frontmax®, que possui tecnologia exclusiva com fipronil, piriproxifeno e permetrina, três princípios ativos que interagem com a gordura da pele e dos pelos do animal, mantendo-o protegido por até oito meses. “A coleira faz uso de termopolímeros e dermocosméticos que contribuem para reduzir as indesejadas reações de pele e garantir o bom uso da solução”, completa o médico-veterinário, que possui residência com foco em doenças infecciosas dos animais domésticos pela Universidade Estadual Paulista (Unesp). Além da proteção contra o mosquito transmissor da leishmaniose, Frontmax® Coleira é um método preventivo contra infestações de pulgas e carrapatos.

A Vetoquinol também leva ao CãoLazar sua linha completa de produtos voltados à saúde e ao bem-estar de animais de companhia, como o anti-inflamatório Cimalgex®, o vermífugo Ciurex Plus Suspensão, os antibióticos Clavaseptin® P e Marbocyl® P, os suplementos alimentares Enisyl-F® e Flexadin® Advanced, além do diurético UpCard®. “Todos os nossos produtos foram desenvolvidos para um tratamento efetivo, contribuindo com a saúde e no bem-estar dos nossos melhores amigos”, complementa o médico-veterinário.

Vetoquinol no 1º Encontro CãoLazar

Data: 25 de agosto

Local: Anfiteatro Cegoe – Dois Irmãos, Recife (PE)

Digiqole Ad Digiqole Ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *