PF realiza extradição de irlandês que foi preso em Pernambuco após golpe milionário na Europa

 PF realiza extradição de irlandês que foi preso em Pernambuco após golpe milionário na Europa

ichael Lynn teve 33 mandados expedidos pela Justiça da Irlanda (Foto: Polícia Federal/Divulgação)

De acordo com a corporação, Michael Lynn, 50 anos, era procurado em várias nações e teve prisão decretada pelo STF em 2013.

A Polícia Federal, com apoio da Polícia Internacional (Interpol), realiza, nesta quarta-feira (28), a extradição de um irlandês que está preso no Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife. Michael Thomas Lynn, 50 anos, era procurado em várias nações e teve a prisão decretada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em 2013, por causa de um golpe de 80 milhões de euros aplicado em seu país.

A prisão de Michael Lynn ocorreu no dia 29 de agosto de 2013. Ele foi encontrado em uma loja no bairro de Candeias, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, e não resistiu. A extradição dele foi autorizada pelo STF, em Brasília, no ano passado.

Segundo a Polícia Federal, o governo irlandês informou que Michael Lynn chegou a ser alvo de 33 mandados de prisão. Todos foram expedidos pelo Tribunal Distrital Metropolitano de Dublin, na Irlanda. Ele é apontado como responsável por roubo, falsificação e uso de documentos falsos.

O irlandês teve o nome e foto incluídos no banco de dados da Interpol, com código vermelho, que significa procurado para fins de prisão. Ele encontrava-se foragido da Irlanda há quase uma década.

Michael residia no Brasil há aproximadamente sete anos e tinha carteira de identidade de estrangeiro na condição de permanente.

Casado com uma irlandesa, tem dois filhos que nasceram no Brasil. Segundo a PF, ele chegou a trabalhar como professor de inglês numa instituição de ensino especializada em idiomas.

Michael Lynn foi alvo de reportagem na Irlanda (Foto: Polícia Federal/Divulgação)

Procedimento

A viagem de Michael Lynn conta com a participação de agentes da Interpol da Irlanda. Ele foi levado do Cotel para a carceragem da Polícia Federal no Aeroporto Internacional do Recife/Gilberto Freyre, na Zona Sul da capital, por volta das 14h.

Depois das 18h, foi entregue aos policiais que chegaram do país europeu na segunda-feira (26). O voo da empresa Condor saiu às 18h40 para Frankfurt-Alemanha. De lá, a comitiva parte para Dublin, na Irlanda, onde Michael Lynn vai responder pelos crimes.

A prisão do estrangeiro teve como objetivo atender a um pedido de extradição feita pela Irlanda ao governo brasileiro. Essa solicitação foi embasada na promessa de reciprocidade entre esses países, em registros de casos análogos.

Edição:Robson Ouro Preto

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *