Nos siga nas redes sociais

Carnaval

Prefeitura do Recife anuncia programação do Carnaval 2020 com “Sábado das Mulheres” no Marco Zero

Publicado

em

Festejos terão mais de 2.700 apresentações distribuídas em 46 polos, um a mais que no ano passado. Recife inova ao dedicar o sábado do Marco Zero para o protagonismo exclusivamente feminino em palco. ‘Frei Caneca Convida’ trará nomes especiais para Rec Beat, que completa 25 anos. O encantamento da Criança, do Circo e da Cultura Popular darão o tom da decoração da maior festa de rua do Brasil.

Capital do Nordeste e da criatividade,  Recife chega junto da população e se destaca no ciclo carnavalesco pela democratização cultural promovida em toda a cidade, onde foliões, brincantes e turistas se confraternizam ao som do centenário frevo e suas diversas manifestações. Entre os destaques deste ano, o Recife inaugura o sábado do protagonismo feminino no principal palco da cidade numa noite comandada apenas por mulheres com Dita Curva, Nena Queiroga, Gaby Amarantos e Elza Soares. Na noite de abertura, o tão amado brega recifense ganha protagonismo no Marco Zero com apresentação da Banda Musa. O ano marca ainda a volta do Leão do Norte Lenine ao Marco Zero na segunda-feira de Carnaval e a cidade ganha mais um polo, no Poço da Panela.

Até o dia 25 de fevereiro, a Prefeitura do Recife fará jus à grandiosidade do evento, que enaltece a força do frevo e da cultura popular através dos homenageados, o maestro Edson Rodrigues e o Bloco das Flores. No período, 46 polos e mais de 2.700 apresentações irão espalhar alegria por toda a cidade. Pelos polos passarão agremiações tradicionais que encantam recifenses e visitantes, além de artistas da terra como Spok, Maestro Forró, Nena Queiroga, Almir Rouche, Maestro Ademir Araújo, André Rio e Silvério Pessoa. Vale ressaltar que em todos os polos descentralizados a escolha da programação é feita em parceria com as comunidades que escolhem, através de votação, duas das cinco atrações a cada noite.

Ainda participam da nossa folia nomes nacionais como Lecy Brandão, Pitty, Zélia Duncan, Jorge Aragão, Skank, Jota Quest, Falcão, Fundo de Quintal e Monobloco. Nação Zumbi fará a alegria dos fãs em dois palcos. O primeiro deles será nas prévias, no Cais da Alfândega, durante o Pré-Amp, no dia 14 de fevereiro e no polo da Brasília Teimosa durante os festejos de Momo.

Outro destaque fica por conta da ampliação da parceria entre a Prefeitura e o mais contemporâneo dos polos Carnavalescos, o Rec Beat. No aniversário de 25 anos de um dos festivais mais importantes da cena nacional, o polo da Alfândega ganha a ação “Frei Caneca FM” convida, na qual a emissora trará ao palco duas das atrações que marcaram a história do festival, que serão anunciadas em breve. A emissora também fará transmissão do palco diretamente para as ondas da 101.5 FM, através da internet pelo freicanecafm.org e também pelo APP gratuito da emissora, que pode ser baixado no PlayStore.

Já o espetáculo de abertura do Carnaval do Recife será comandado pelo músico Antônio Carlos Nóbrega que comandará um grupo músicos, dançarinos e artistas circenses em uma homenagem aos temas do imaginário popular nordestino. “Celebraremos o encontro da tradição e do contemporâneo, numa tentativa de recriar o universo popular”, diz o artista.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DO MARCO ZERO

Sexta (21) Sábado (22) Domingo (23) Segunda (24) Terça (25)
Abertura Dita Curva Karynna Spinelli Almir Rouche Lenine
Maestro Edson Rodrigues e Bloco das Flores Nena Queiroga e convidadas Gerlane Lops e o Samba de Bambas Skank Alceu Valença
Espetáculo de abertura – Antônio Nóbrega Elza Soares Mariene de Castro Pitty Elba Ramalho
Maestro Forró e convidados Gaby Amarantos     Spok e convidados
Banda Musa       Orquestrão

Algumas atrações em outros polos

Arsenal Várzea Pátio de São Pedro Alto José do Pinho
Zélia Duncan Paralamas Gabi do Carmo Lenine
Lecy Brandão Fim de Feira Devotos Josildo Sá
Banda de Pau e Corda Falcão Geraldo Azevedo Devotos
Lia de Itamaracá Nena Queiroga Café Preto Isaar
Flayra Ferro Maestro Forró Zélia Duncan Maestro Forró
Quinteto Violado   Lia de Itamaracá  
Campo Grande Lagoa do Araçá Casa Amarela Cordeiro
Gaby Amarantos Fafá de Belém Jorge Aragão Lecy Brandão
Fundo de Quintal Mombojó Elba Ramalho Alceu Valença
Monobloco Geraldinho Lins   Mariene de Castro
Los Cubanos Café Preto   Silvério Pessoa
Ibura Poço da Panela Brasília
Banda Musa Jorge Aragão Nação Zumbi
Fundo de Quintal Silvério Pessoa Falcão
Fafá de Belém Benil  

TUMARACA E UBUNTU – Na quinta (20 de fevereiro), data que marca a despedida das prévias, o bairro do Recife ganha todo o poder e energia do Axé dos ancestrais com o protagonismo das tradições de matrizes africanas através das cerimônias do Ubuntu e do Tumaraca. A partir das 16h, um cortejo formado por 24 afoxés realiza a cerimônia de cunho religioso com lavagem do Boulevard da Rio Branco, promovendo uma purificação da cidade e sacralizando o Axé e parte rumo ao Marco Zero, abrindo caminhos para os foliões e evocando bênçãos para a festa do Carnaval. A partir das 18h, o Marco Zero vira palco para o Tumaraca – Encontro de Nações, espetáculo que reúne 13 agremiações de Maracatu de Baque Virado com 700 batuqueiros no coração dos festejos de Momo. No palco, os mestres irão fazer uma autorregência com participações do Coral Voz Nagô, Marrom Brasileiro e Coco Raízes de Arcoverde.

ESPETÁCULO DE ABERTURA – A noite de abertura do Carnaval contará com cortejo circense pelas ruas do Recife e com espetáculo concebido pelo artista Antônio Nóbrega, que reunirá músicos, dançarinos e circenses para um passeio pelos ritmos, danças e temas que pulsam no imaginário cultural e social nordestino.

Nóbrega leva ao palco do Marco Zero uma apresentação que reúne música e dança, referenciada na cultura popular brasileira, do caboclinho ao cavalo marinho, passando pelo maracatu rural. O artista estará acompanhado de 10 músicos, que já costumam atuar com ele por suas andanças, 20 integrantes do grupo recifense Matulão de Dança, oito artistas circenses e quatro bailarinos que também fazem parte da trupe de Nóbrega.

O repertório musical trará algumas surpresas, inclusive trabalhos inéditos, compostos especialmente para o espetáculo. Algumas obras foram criadas com o poeta Wilson Freire, parceiro de longa data de Nóbrega. A cenografia será toda eletrônica, com projeto de vídeo de Alexandre Amêndola. O espetáculo, em construção há dois meses, terá uma hora de duração. “O espetáculo terá o tom de nossa época: enveredando pelos temas que nos tocam, do lírico ao político”, diz o artista

Em seguida, os homenageados do Carnaval 2020, maestro Edson Rodrigues e Bloco das Flores saúdam o reinado de Momo com muito frevo. Maestro Forró dá continuidade à festa, com toda a sua irreverência e animação e a noite será encerrada pela Banda Musa, que irá colocar o Marco Zero pra dançar ao som do brega.

SÁBADO DAS MULHERES – A Prefeitura do Recife inova no palco do Marco Zero ao celebrar a força feminina na cadeia cultural e vida pulsante da cidade. No coração da folia recifense, o principal palco da cidade ganha o protagonismo apenas delas. Em uma iniciativa inédita, as mulheres irão comandar a folia em uma noite que promete ser histórica e na qual até mesmo a apresentação será feita por duas mestres de cerimônia. A festa feminina e feminista será aberta pelas mulheres do coletivo Dita Curva. Formado pela nova geração e idealizado por Flaira Ferro, a Dita Curva reúne nomes como Aishá Lourenço, Aninha Martins, Isaar, Isadora Melo, Laís de Assis, Luna Vitrolira, Paula Bujes, Sofia Freire e Ylana. Em seguida, Nena Queiroga sobe ao palco ao som da Orquestra Frevo Mulher acompanhada por um time de convidadas especiais como Gabi da Pele Preta, Aurinha do Coco e Coral Edgar Moraes. Para encerrar a noite apoteótica, a diva Elza Soares promete fechar a noite em grande estilo.

DOMINGO DO SAMBA – dedicado à noite do samba, Karynna Spinelli será a responsável pela abertura da festa no Marco Zero, seguida por Gerlane Lops e sua Orquestra de Bambas com convidados do mais genuíno samba pernambucano. Em seguida, quem sobe ao palco é a baiana Mariene de Castro, uma das mais potentes e cultuadas vozes do samba nacional.

SEGUNDA DO POP – Será aberta com o frevo moderno dos pernambucanos Almir Rouche e André Rio, que abrem alas para três atrações nacionais de peso. São elas o rock dançante do Skank e o poder da performance da baiana Pitty.

TERÇA-FEIRA GORDA – marca a despedida da maior festa de rua do Brasil ao som de muito frevo. A abertura da noite marca a volta de Lenine ao Carnaval do Recife no palco do Marco Zero. Em sequência, Alceu Valença, maior embaixador do autêntico Frevo de Rua promete incendiar o epicentro das celebrações momescas e antecede a diva Elba Ramalho e sua contagiante energia. Os preparativos para a despedida ficam por conta de maestro Spok e seus convidados, entre eles André Rio, que antecedem o tradicional encerramento com o Orquestrão, que saudará a quarta-feira de Cinzas em tom de despedida com o melhor do frevo local.

POLOS

CENTRALIZADOS

Marco Zero, Praça do Arsenal, Pátio do Terço, Praça da Independência, Rua da Moeda, Pátio de São Pedro, Cais da Alfândega, Mercado da Boa Vista, Aurora dos Carnavais

 POLOS CONCURSOS DE AGREMIAÇÕES

Avenida Nossa Senhora do Carmo e Avenida do Forte

BAIRROS

Brasília Teimosa, Linha do Tiro, Alto José do Pinho, Ibura de Baixo, Várzea, Cordeiro (Rua da Lama), Lagoa do Araçá, Campo Grande, Coelhos, Jordão Alto, UR-05 (Ibura), IPSEP, Roda de Fogo, Iputinga, Joana Bezerra/ Coque, Mustardinha, Barro, Santo Amaro/ Frei Casimiro, Areias, UR-2 (Ibura), Jardim São Paulo, Bomba do Hemetério, Chão de Estrelas, Nova Descoberta (Pátio da Feira), Casa Amarela e Poço da Panela.

INFANTIS

De olho nos foliões mirins, a Prefeitura terá seis polos destinados aos pequenos. Além do já tradicional polo do Paço Alfândega, os Parques Dona Lindu, Santana, Jaqueira e Macaxeira irão atender à população com uma programação diversificada e diuturna. O Segundo Jardim ganha atenção especial para os pequenos no domingo de Carnaval à tarde (23) e a Praça do Arsenal contará com programação voltada para a garotada a partir das 16h, na terça (25).

Pouco antes dos dias oficiais de folia, o Parque Santos Dumont, em Boa Viagem, recebe uma programação gratuita para toda a família. O evento será no dia 15 de fevereiro, das 8h às 17h, com muito frevo e atividades ao ar livre.

CORREDORES COMUNITÁRIOS

Morro da Conceição, Três Carneiros e Buriti.

A FOLIA DAS AGREMIAÇÕES E BLOCOS DE RUA

Em 2018, 431 blocos e troças foram licenciados pra desfilar no Carnaval, no período pré e pós.

Em 2019, 923 blocos e troças foram licenciados no Recife e 1962 em Pernambuco, para o no período pré e pós Carnaval.

Em 2020 as inscrições estão abertas até o dia 31 de janeiro, e podem ser feitas pelo site da Prefeitura. http://bit.ly/blocosecamarotes2020

DECORAÇÃO

Para vestir a cidade e entrar no clima da festa, a Prefeitura abraçou o tema “A criança, o circo e a cultura popular”, que reunirá o encantamento e a magia comum às artes circenses e à beleza do Carnaval de rua que encanta pequenos e adultos. Pelo segundo ano consecutivo, o desafio foi assumido pela Gerência Geral de Arquitetura e Engenharia da Fundação de Cultura Cidade do Recife e pela Diretoria Executiva de Comunicação Institucional da Prefeitura do Recife.

O imaginário da arte popular e suas texturas permeiam os personagens circenses em tons quentes em uma decoração que convida a população a entrar no circo e fazer parte de suas brincadeiras. Assim, as pontes que ligam o folião ao Bairro do Recife terão pórticos que simulam bilheterias de circo, a iluminação aérea ganha gambiarras de luzes alusivas ao espaço cênico e os pórticos ganham as cores, formatos e contornos de enormes tendas prontas para abrigar toda a alegria dos foliões.

A cidade prezou ainda pela segurança ao retirar da decoração os elementos de chão e colocar enfoque nos elementos aéreos para otimizar o fluxo dos brincantes  e enriquecer o olhar com elementos em suspensão: todas as principais ruas do Bairro do Recife receberão banners com personagens da festa, além de bandeiras circenses como elementos aéreos. As árvores, por sua vez, receberão iluminação paisagística.

Nas ruas, banners com os mais diversos personagens entram na folia e, assim, engolidores de espadas, mágicos, palhaços, malabaristas, engolidores de fogo, bailarinas, trapezistas, equilibristas e tantas outras figuras do imagético circense estarão estampados em toda a ilha do Bairro do Recife. E para ratificar o compromisso da Prefeitura com a inclusão na folia num Carnaval democrático e que é feito para todos, também há personagens que representam pessoas com deficiência na decoração.

Para acessar a decoração – https://bit.ly/2O4GClx

PRÉVIAS

E para quem não aguenta esperar até soarem os primeiros clarins de Momo, a Prefeitura anuncia que o Carnaval já começou. Teve início ontem (21), uma programação quase diária de prévias carnavalescas, entre acertos de marcha, Terças Negras Especiais de Carnaval, ensaios de maracatu e encontro de ternos de Caboclinho e Tribos de Índios. No total, serão quase 60 atividades, que prometem fazer a alegria de foliões e turistas nas comunidades, no Pátio de São Pedro, Rua da Moeda, Marco Zero, Praça do Arsenal e em várias partes da cidade.

56º BAILE MUNICIPAL

Abre-alas da folia, a 56ª edição do Baile Municipal acontecerá no Classic Hall no dia 15 de fevereiro e irá brindar os foliões com muito frevo e samba. Considerada a prévia mais tradicional e querida da cidade, o Baile trará nomes consagrados do frevo como maestro Forró, Nena Queiroga, André Rio, Almir Rouche e Gustavo Travassos.

Os homenageados da folia, Maestro Edson Rodrigues e Bloco das Flores, prometem levar muito frevo aos salões do Classic Hall em show que antecede o samba sob o comando de Gerlane Lops, que leva ao palco convidados como Márcia Barros e Telmo Santiago. Também subirão ao palco do Baile as divas Elba Ramalho e Fafá de Belém, figuras mais do que queridas no Carnaval recifense.

Cores, brilho e originalidade estão garantidos também no desfile dos vencedores do Concurso de Fantasias, que abrirá a festa no Classic Hall.

Os ingressos já estão à venda pelo https://ticketfolia.com e pelo site https://www.vamoz.com.br/ pelo mesmo dos anos precedentes: R$ 50,00 (pista) e R$ 600,00 (mesa para quatro pessoas), confirmando o Baile Municipal como a programação mais em conta entre as tradicionais prévias na cidade, que chegam a custar quase o triplo.

O Baile Municipal também chega junto da população, artistas e foliões ao se consagrar como o evento que contempla o maior número de atrações em apenas uma noite. Ao se somarem as atrações de palco e de chão com o receptivo da entrada, a festa reúne em torno de 200 artistas entre cantores, musicistas e brincantes. O baile também beneficia instituições com reconhecidos trabalhos de prestação de assistência social em prol da comunidade. Desde 2013, a renda do baile, cuja venda de ingressos é beneficente, reverteu cerca de R$ 3,65 Milhões para 45 instituições. As entidades beneficiadas deste ano ainda serão anunciadas.

CONCURSOS CARNAVALESCOS

Para celebrar e premiar a dedicação das agremiações e brincantes que perpetuam a essência e a beleza do Carnaval e da cultura recifenses, a Prefeitura do Recife realiza todo ano cinco concursos carnavalescos. Juntos, os concursos de Agremiações; de Fantasia; de Passistas; de Rei Momo e Rainha do Carnaval; e de Porta Estandarte, Flabelista, Mestre Sala e Porta Bandeira distribuirão mais de R$ 872,5 mil entre os vencedores.

Concurso de Agremiações

Mais antigo entre os concursos momescos, o Concurso de Agremiações reunirá centenas de carnavalescos de 11 modalidades para desfilar os ritmos, cores e saberes culturais ancestrais de Pernambuco: Troças Carnavalescas, Clubes de Frevo, Clubes de Boneco, Blocos de Pau e Corda, Maracatus de Baque Solto, Maracatus de Baque Virado, Caboclinhos, Tribos de Índios, Bois de Carnaval, Ursos (La Ursa) e Escolas de Samba. O concurso é o maior de todos e distribui sozinho um total de R$ 730,5 mil em prêmios.

Concurso de Fantasias do Carnaval

O concurso elegerá as sete melhores fantasias do Carnaval 2020 nas categorias Originalidade e Luxo.

Ao todo, o concurso distribuirá R$ 43 mil em prêmios. Na categoria Originalidade, os três primeiros colocados receberão, respectivamente: R$ 8 mil, R$ 6 mil e R$ 5 mil. E, na categoria Luxo, os prêmios serão de: R$ 10 mil, R$ 8 mil e R$ 6 mil.

As três fantasias classificadas em primeiro, segundo e terceiro lugares, das categorias Originalidade e Luxo, desfilarão também no 56º Baile Municipal do Recife, recebendo uma ajuda de custo no valor de R$ 1,5 mil.

Concurso e Mostra de Passistas

Para quem tem frevo no pé, a disputa será dividida em quatro categorias: 1) Passista Adulto – Masculino e Feminino; 2) Passista Juvenil I – Masculino e Feminino; 3) Passista Juvenil II – Masculino e Feminino; 4) Passista de Rua (Passista Folião) – Masculino e Feminino. Os prêmios variam de R$ 1,8 mil a R$ 840, totalizando R$ 17,7 mil.

A programação inclui também a VI Mostra de Passistas Infantil e Mirim, nas categorias feminino e masculino, que contemplará os pequenos talentos cativados pelo frevo, sem premiação em dinheiro.

Concurso de Porta Estandarte, Flabelista, Mestre Sala e Porta Bandeira

A competição é destinada a: porta estandartes de Clubes de Frevo, de Troças Carnavalescas, de Maracatus de Baque Virado, de Maracatus de Baque Solto, de Caboclinhos, de Tribos de Índio; flabelista de Blocos de Pau e Cordas; mestres sala e porta bandeiras de Escolas de Samba. Ao todo, serão distribuídos mais de R$ 41 mil em prêmios.

Concurso de Rei Momo e Rainha do Carnaval 2020

A competição elegerá os representantes do mais alto clero momesco, que participarão do extenso calendário de prévias e atividades carnavalescas.

Cada monarca receberá R$ 20 mil como prêmio. A escolha do se dará em três etapas, a partir do mês de janeiro.

Confira as datas das apresentações dos concorrentes:

03 e 05/ 02- Concursos: Flabelista, Porta Estandartes (Caboclinhos, Tribo de Índios, Clubes de Frevo, Troças Carnavalescas, Maracatus de Baque Virado e Baque Solto e Bois de Carnaval), Mestre Sala e Porta Bandeira. Pátio de São Pedro, às 17h

07/02 – Final do Concurso de Rei e Rainha do Carnaval – Pátio de São Pedro, às 20

08 e 09/02 – Concurso de passista Juvenil (masculino e feminino), passista de rua (passista folião masculino) Concurso adulto Masculino e feminino: passista de rua (passista folião feminino) – Pátio de São Pedro, 17h

12/02 – Concurso de Fantasias – Sport Club do Recife, 19h

PALCO FREI CANECA E FREI CANECA CONVIDA

Entre as novidades, a Rádio Frei Caneca também se consolida como principal polo disseminador nas ondas do rádio da folia momesca e principal transmissora do Festival Rec-Beat. Para marcar os 25 anos de um dos principais palcos da cidade, a emissora reforça essa parceria através do “Frei Caneca Convida”, convidando dois nomes de projeção nacional para a grade do Rec-Beat. Os nomes serão anunciados em breve. Desde o dia 15 de janeiro a emissora colocou no ar o Projeto #Verão101. Em parceria com o Museu Cais do Sertão, a Frei Caneca FM ocupa um estúdio móvel localizado na área Umbuzeiro do equipamento cultural, um vão central com vista para o rio Capibaribe, de onde vem transmitindo ao vivo a programação, de segunda a sexta-feira.

A Frei Caneca FM repete o sucesso do palco que foi inaugurado em 2019 e irá promover uma noite especial durante o domingo da semana pré-carnavalesca (16 de fevereiro). Após 56 anos de espera, a Rádio entrou no ar com microfones abertos há menos de dois anos e vem se consolidando com um dos principais veículos a dar vez e voz às mais variadas produções e artistas, garantindo representatividade á produção pernambucana e trazendo novidades de projeção nacional.

Para a noite do dia 16 de fevereiro, a Frei Caneca convidou artistas que refletem a representatividade da programação musical da rádio. Assim, entrarão em palco mestre Anderson Miguel, responsável pela renovação da secular Ciranda e o espetáculo ‘Pérolas Negras’, uma inédita roda de samba inteiramente formada por mulheres pernambucanas. Sob o comando de Leide do Banjo, o show trará como convidadas Maria Pagodinho e a petrolinense Camila Yasmine como representantes da mais antiga e da nova gerações.

ACERTOS DE MARCHAS, ENSAIOS DE MARACATUS, ENCONTROS E CONCURSOS

Antes dos cinco dias oficiais de folia, as manifestações culturais que embelezam e colorem o festejo de Momo no Recife realizam ensaios antecipados, também promovidos pela Prefeitura. Até 20 de fevereiro, turistas e foliões irão desfrutar de mais de 50 encontros e ensaios de blocos líricos, maracatus de baque virado e tribos de índio e caboclinhos, além de concursos e passeios a pé e de ônibus promovidos pela Secretaria de Turismo, garantindo uma programação quase que diária para turistas e foliões que queiram vivenciar a cultura popular nos dias que antecedem os festejos.

São eles:

Acerto de Marchas dos Blocos de Pau e Cordas – Às quintas e sextas-feiras, a partir das 19h, no Pátio de São Pedro, bairro de São José. No total, acontecerão seis encontros nos dias 23, 24, 30 e 31 de janeiro, além dos dias 6 e 14 de fevereiro. Dezenas de blocos participam dos acertos, levando o lirismo dos saudosos Carnavais ao Bairro de São José em apresentações gratuitas e ideais para toda a família.

Terça Negra especial de Carnaval – Nos dias 28 de janeiro e nos dias 4, 11 e 18 de fevereiro o Pátio de São Pedro irá sediar as edições especiais da Terça Negra, com shows e evoluções ligadas à Cultura Afro.

Encontro de Caboclinhos e Baques – Nos dias 12 e 13 de fevereiro, o Pátio de São Pedro vai sediar o 11º encontro de Baques de Caboclinho, que vai reunir Ternos de Agremiações de Caboclinhos e Tribos de Índio. Os eventos, abertos ao público, começam às 19h. O ‘baque’, ‘terno’ ou ‘tocadores’, denominações dadas ao grupo musical, é constituído comumente de três a quatro pessoas, sempre do sexo masculino. Há grupos que utilizam três instrumentos: gaita, tarol – também conhecido como surdo ou bombo – e caracaxás – ou mineiroNo dia 19 de fevereiro,a Praça do Arsenal sedia o encontro de Caboclinhos e tribos de índios, que vão fazer suas evoluções para a multidão.

Ensaios de Nações de Maracatus – As 13 Nações de maracatus que vão encerrar as atividades da semana pré-Carnavalesca, com apresentação no Marco Zero no dia 20 de fevereiro (quinta), começaram a ensaiar nesta terça (21). Até o Tumaraca, acontecerão 13 ensaios nas comunidades, quatro ensaios conjuntos na Rua da Moeda, além de um encontro de Mestres no Pátio de São Pedro. Os encontros culminarão no encerramento da semana pré-Carnavalesca, com a apresentação TUMARACA, o Encontro das Nações, que acontecerá no Marco Zero.

Ubuntu – Entre as novidades para o ano de 2020, os 25 afoxés que integram a cerimônia Ubuntu no dia 20 de fevereiro e abrem alas para o Carnaval passar terão pela primeira vez um ensaio coletivo, que acontecerá na rua da Moeda no dia 16 de fevereiro (domingo), a partir das 18h, levando ainda mais cor e brilho para o coração do Bairro do Recife.

A programação completa com os endereços está disponível no endereço http:/carnavalrecife.com.

HOMENAGEADOS

Sonoridade secular com DNA completamente recifense, o Frevo dá o tom da festa e dos homenageados do Carnaval 2020, que carregam em suas tradições o compromisso com a cultura popular e o mais pernambucano dos ritmos. São eles o maestro e compositor Edson Rodrigues e o Bloco das Flores.

EDSON RODRIGUES

Maestro, arranjador, saxofonista e compositor, Edson Rodrigues pertence à chamada segunda geração do frevo. Devotado à música desde muito moço, estreou no Carnaval com a Orquestra Itapoã, nos idos de 1957. Além do frevo, muitos outros ritmos embalaram a sua carreira. Rodrigues foi pioneiro na introdução do jazz em Recife, além de ter fundado a Banda Municipal de Recife, da qual foi regente entre 1979 e 1983. Graduou-se em jornalismo, geografia e música na universidade. Depois se tornou professor do Conservatório Pernambucano de Música por muitos anos e nunca mais parou de compartilhar saberes e prazeres musicais

BLOCO DAS FLORES

Primeiro Bloco Carnavalesco Misto criado no Recife, o Bloco das Flores surgiu em 1920, a partir da reunião de um grupo de intelectuais, amigos e foliões, entre eles jornalistas, artistas e compositores de carnavais saudosos, como Felinto, Pedro Salgado, Guilherme, Fenelon e Raul Morais, nomes imortalizados no coro das ruas suadas e coloridas da festa pernambucana. O bloco chegou a encerrar suas atividades por alguns anos, em virtude do falecimento do seu benfeitor Pedro Salgado e também de Raul Moraes, compositor e regente da orquestra. No ano de 2000, outros amantes da brincadeira de rua, também intelectuais e artistas, resolveram fundar um bloco lírico e batizá-lo com o mesmo nome, em honra e graça ao bloco e à festa de outrora.