Recife ganha 14 leitos pediátricos para receber crianças com Síndrome Respiratória Aguda Grave, no Hospital Maria Lucinda

 Recife ganha 14 leitos pediátricos para receber crianças com Síndrome Respiratória Aguda Grave, no Hospital Maria Lucinda

A fim de reforçar o enfrentamento ao número crescente de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), a Prefeitura do Recife disponibilizou 14 leitos pediátricos com dedicação exclusiva à condição, no Hospital Maria Lucinda, localizado no bairro de Parnamirim. Também haverá suporte com oxigênio em dois leitos de sala vermelha (para pacientes que aguardam transferência para Unidade de Terapia Intensiva), e ampliação Serviço de Pronto Atendimento (SPA), com adição de mais um médico plantonista. O prefeito do Recife João Campos visitou a unidade hospitalar na manhã da sexta-feira, 14 de janeiro.

“Aqui no Hospital Maria Lucinda estão funcionando 14 leitos novos leitos destinados à pediatria, crianças aqui do Recife. Essa é uma ação da Prefeitura do Recife que, através da Secretaria Municipal de Saúde, procurou o Hospital Maria Lucinda e a gente está custeando o funcionamento desses 14 leitos. Eles são destinados para crianças que apresentam algum problema respiratório em virtude da covid ou da influenza”, esclareceu João Campos.

“A gente tem feito essa ampliação na parte de adultos também como o Hospital do Idoso, nas nossas UPCs e SPAs e agora a gente faz esse movimento focando exclusivamente nas crianças do Recife. São 14 novos leitos, todos bem equipados, estruturados, ficam aqui no Hospital Maria Lucinda. E a gente faz essa visita para garantir que está tudo dentro dos conformes e já está funcionando dentro daquilo do que a gente acredita e espera, com cuidado humanizado, atento sempre para a vida das crianças”, detalhou ele ainda.

Atualmente, o SPA do Hospital Maria Lucinda recebe cerca de três mil pacientes ao mês. Este número advém de demanda espontânea, termo utilizado para os que chegam à unidade para atendimento imediato, atendidos por dois médicos plantonistas. As novas vagas servem de retaguarda para os pacientes do próprio Maria Lucinda e oriundos do Hospital Pediátrico Helena Moura – também pertencente à Secretaria de Saúde do Recife.

Com informações da Prefeitura do Recife

Digiqole Ad Digiqole Ad

Notícias relacionadas