Sevilla e Roma decidem a final da Europa League, nesta quarta (31/5)

 Sevilla e Roma decidem a final da Europa League, nesta quarta (31/5)

O Sevilla, maior vencedor do certame, encarando a Roma em busca da taça inédita (Foto: Attila KISBENEDEK / AFP)

A longa saga da Liga Europa se desfecha nesta quarta-feira (31/5), na Puskas Arena, em Budapeste, na Hungria. De um lado, o Sevilla, maior vencedor do certame, encarando a Roma em busca da taça inédita, voltando à final depois de mais de duas décadas, derrotado na final diante a compatriota Inter de Milão, em 1990/1991.

Os espanhóis mantêm a escrita do país quanto ao domínio nos certames europeus, com o aditivo de nunca cair em finais. Com o dobro de taças em relação à própria Internazionale, os andaluzes foram campeões em 2005/2006, 2006/2007, 2013/2014, 2014/2015, 2015/2016 e 2019/2020, sendo a única a conseguir glórias seguidas, também repetindo a nacionalidade vencedora, a exemplo dos italianos, de 1988/1989 a 1990/1991 e de 1992/1993 a 1994/1995.

Se o tamanho da camisa sevilhana assusta qualquer rival nesta competição, um nome pode superar tal rival: José Mourinho. O português busca um objetivo pessoal na carreira, ainda não alcançado, uma temporada depois de se consagrar como único treinador campeão de todas as copas da Europa, ao levar a Loba ao título da Liga de Conferência.

“O Único”, apelido do lusitano, pode ser o primeiro a ser o conquistador de duas taças continentais diferentes em duas temporadas seguidas por dois times distintos, ampliando o próprio feito do Porto de 2002/2003 e 2003/2004. Quando o Chelsea venceu a Champions em 2011/2012 e em seguida foi o dono da Europa League de 2012/2013, teve, respectivamente, Roberto di Matteo e Rafa Benítez como líderes.

No banco de reservas também se encontra o segredo do Sevilla. Após a saída de Jorge Sampaoli, José Luis Mendilibar não conseguiu tirar a equipe da segunda metade da tabela do Campeonato Espanhol, mas logrou a classificação à final, superando Manchester United e Juventus nas etapas anteriores. Ao todo, perdeu apenas frente a Girona e Real Madrid, conseguindo 64,4% de aproveitamento em 15 partidas.

Ficha técnica:

LIGA EUROPA
Final – Jogo único
Sevilla x Roma
Puskás Aréna, Budapest, Hungria
Horário: 16h
Transmissão: ESPN e Star+
Arbitragem: Anthony Taylor (Inglaterra)

Prováveis escalações

Sevilla
Bono; Jesús Navas, Gudelj, Badé e Alex Telles; Fernando Rakitic e Oliver Torres; Lamela, Ocampos e En-Nesyri. Técnico: José Luis Mendilibar

Roma

Rui Patrício; Cristante, Ibañez e Mancini; Pellegrini, Bove, Matic, Celik e Spinazzola; Abraham e Belotti. Técnico: José Mourinho

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *