A hipertensão é um dos principais fatores para surgimento de doenças cardiovasculares, alerta cardiologista do Comitê Científico do Instituto Lado a Lado pela Vida

O Dia Mundial da Hipertensão é celebrado no dia 17 de maio. Segundo levantamento, pressão alta é o principal fator de risco para as doenças cardiovasculares e atinge mais de 30 milhões de brasileiros
 A hipertensão é um dos principais fatores para surgimento de doenças cardiovasculares, alerta cardiologista do Comitê Científico do Instituto Lado a Lado pela Vida

A hipertensão é um dos principais fatores para surgimento de doenças cardiovasculares, alerta cardiologista do Comitê Científico do Instituto Lado a Lado pela Vida

O Dia Mundial da Hipertensão é celebrado no dia 17 de maio. Segundo levantamento, pressão alta é o principal fator de risco para as doenças cardiovasculares e atinge mais de 30 milhões de brasileiros

As doenças cardiovasculares passaram a liderar as causas de mortalidade no Brasil e no mundo nos últimos anos. Elas são responsáveis por um terço das mortes, em comparação a outras doenças, e acometem tanto homens, quanto mulheres de todas as faixas etárias. Dados do Ministério da Saúde, publicados em 2022, apontam que o número de brasileiros adultos hipertensos saltou 3,7%, nos últimos 15 anos. Ainda de acordo com o ministério, o problema crônico atinge mais de 30 milhões de pessoas no Brasil.

A hipertensão é um dos principais fatores de risco para o surgimento das cardiopatias, como infarto e Acidente Vascular Cerebral (AVC). Junto a ela é possível apontar a má alimentação, tabagismo, sedentarismo, diabetes e aumento de colesterol.

No Dia da Hipertensão, celebrado dia 17 de maio, o Instituto Lado a Lado pela Vida alerta para os perigos da pressão alta no desempenho das funções do coração e dos demais órgãos do corpo. A doença crônica é capaz de provocar infarto, acidente vascular cerebral e problemas renais.

Segundo Ariane Macedo, cardiologista e membro do Comitê Científico do Instituto Lado a Lado pela Vida, a hipertensão, conhecida como “pressão alta”, é a principal causa das doenças cardíacas. “A hipertensão é uma doença silenciosa e um dos principais fatores de risco para o surgimento de doenças cardiovasculares que causam a morte de 300 mil brasileiros por ano. O ideal é que as pessoas verifiquem a pressão com certa frequência, façam os exames de rotina anualmente e façam o acompanhamento médico rotineiramente”, orienta a profissional.

A cardiologista aponta também que o cuidado com a alimentação, a prática de exercícios físicos e uma rotina menos estressante são fundamentais para manter a pressão arterial controlada. “É fundamental que as pessoas em seu dia a dia incorporem hábitos saudáveis. Eles ajudarão na manutenção da saúde do coração. Optar por uma dieta rica em frutas, legumes, sem fritura e sem alimentos ultraprocessados é o primeiro passo para regular a pressão. Realizar 30 minutos de atividade física diariamente é outra aliada à saúde do coração”, complementa Ariane.

A rotina corrida do dia a dia pode ser um impeditivo para uma mudança de hábitos, segundo Ariane. “É possível observar que em muitas realidades o tempo para implantar comportamento saudáveis é escasso. As pessoas vivem rotinas estressantes e exaustivas. Entretanto, é importante reservar um tempo para cuidar da saúde”, ressalta a cardiologista.

Digiqole Ad Digiqole Ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *