Dia Mundial de Hipertensão Arterial: Conscientização e Cuidado com a Saúde Cardiovascular

Médico destaca importância do controle da pressão arterial e hábitos saudáveis
 Dia Mundial de Hipertensão Arterial: Conscientização e Cuidado com a Saúde Cardiovascular

Foto: Divulgação

No próximo dia 17 de maio, o mundo se une para conscientizar sobre a hipertensão arterial, uma condição que afeta milhões de pessoas globalmente. A hipertensão, conhecida como pressão alta, é um fator de risco significativo para doenças cardiovasculares, acidentes vasculares cerebrais e outras complicações graves de saúde. O tema deste ano destaca a importância do controle da pressão arterial para a saúde do coração.


De acordo com o cirurgião cardiovascular do Real Instituto de Cirurgia Cardiovascular (Ricca), Dr. João Paulo II, a hipertensão muitas vezes não apresenta sintomas claros, o que a torna ainda mais perigosa. Por isso, é fundamental realizar medições regulares da pressão arterial e adotar um estilo de vida saudável. A hipertensão arterial é uma enfermidade crônica que aponta os níveis elevados da pressão sanguínea nas artérias. Ela acontece quando os valores das pressões máxima e mínima são iguais ou ultrapassam os 140/90 mmHg (ou 14 por 9).


Em 90% dos casos é uma doença herdada dos pais. Mas, vários fatores relacionados ao estilo de vida também contribuem nos níveis de pressão arterial como o fumo, a bebida alcoólica, a obesidade, o colesterol, o consumo excessivo de sal, estresse e sedentarismo. Para isso, a prevenção e o controle da hipertensão arterial envolvem a prática regular de atividade física, uma dieta equilibrada com baixo teor de sal, a redução do consumo de álcool e tabaco, além do acompanhamento médico regular”, alerta.


Pessoas com mais 20 anos de idade devem aferir a pressão ao menos uma vez por ano. Se houver casos de pessoas com pressão alta na família, deve-se medir no mínimo duas vezes por ano. A prevenção pode ser feita, basicamente, de duas formas: impedir que a hipertensão se agrave ou prevenir que o paciente desenvolva a doença. Sem o tratamento, o aumento da pressão arterial pode causar a perda gradual da visão, AVC (acidente vascular cerebral), ataque cardíaco, demência vascular e insuficiência renal. Quando controlada, os riscos diminuem e os pacientes podem ter uma boa qualidade de vida.


Quanto ao desenvolvimento da hipertensão, alguns fatores podem favorecer o aparecimento da doença: o consumo excessivo sal; sobrepeso e obesidade; sedentarismo; estresse; tabagismo; excesso de consumo de bebidas alcoólicas.


Aos hipertensos, o fundamental é ter um acompanhamento de um médico especialista, que irá direcionar o tratamento e o medicamentos adequado para o controle da pressão alta. Mas é fundamental que essas pessoas tenham uma vida saudável, com uma alimentação saudável, balanceada e com pouco sal; além de praticar atividades físicas regulares.


O controle do estresse e a realização de exames médicos regulares são importantes para monitorar a pressão arterial e identificar precocemente qualquer problema. O tratamento da hipertensão muitas vezes envolve mudanças no estilo de vida e, em alguns casos, o uso de medicamentos prescritos por um profissional de saúde”, alerta.


SERVIÇO:
Real Instituto Cardiovascular (Ricca)
Endereço: Av. Gov. Agamenon Magalhães, 4760 – Paissandu
Instagram: @ricca_rhp

Digiqole Ad Digiqole Ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *