Dor lombar crônica: cinco dicas para evitar seus impactos no dia a dia

Especialista destaca hábitos saudáveis para combater a dor lombar e evitar incapacidade
 Dor lombar crônica: cinco dicas para evitar seus impactos no dia a dia

Foto: Freepik

A dor lombar crônica é um problema de saúde global que afeta a qualidade de vida e a capacidade de trabalho das pessoas. Considerada uma doença quando persiste por três meses ou mais, a lombalgia é a principal causa de incapacidade no mundo. Em países de baixa e média renda, como alguns na América Latina, a sua incidência continua a crescer, sobrecarregando os sistemas de saúde.

O Dr. Ricardo Kobayashi, renomado médico ortopedista com especialização em dor e professor colaborador do Centro de Dor da USP, destaca a importância de abordagens personalizadas para o tratamento da dor lombar. Ele enfatiza que diferentes tipos de dor exigem tratamentos específicos, sublinhando a necessidade de consultar um especialista para determinar a melhor abordagem de acordo com as necessidades individuais.

Além disso, o Dr. Kobayashi destaca cinco dicas essenciais para ajudar a prevenir e aliviar o impacto da dor lombar no dia a dia:

1) Atividade Física Regular: A prática de 150 minutos de exercícios aeróbicos por semana, juntamente com exercícios de fortalecimento duas vezes por semana, é recomendada. Comece gradualmente e com orientação profissional quando a dor limita a atividade física.

2) Alimentação Saudável: Uma dieta adequada e a ingestão de água são essenciais para o controle da dor, fornecendo nutrientes e melhorando a microbiota intestinal. Evite alimentos inflamatórios que possam agravar a dor.

3) Sono Reparador: A qualidade do sono desempenha um papel fundamental no controle da dor. O sono inadequado aumenta a intensidade da dor e a frequência de dores musculoesqueléticas.

4) Manejo de Estresse: Situações de estresse podem agravar a dor e o humor. Cuidar da saúde mental é tão importante quanto a saúde física.

5) Avaliação e Tratamento Personalizados: Consulte um especialista em dor para avaliar casos de dores agudas e crônicas. A orientação individualizada é crucial para o sucesso do tratamento.

A dor lombar não afeta apenas a qualidade de vida, mas também a produtividade no trabalho. No Brasil, causa uma média de 80 a 100 dias de afastamento do trabalho por pessoa anualmente, gerando um custo de aproximadamente R$10,78 bilhões à sociedade. Estima-se que até 2050, mais de 800 milhões de pessoas em todo o mundo sofrerão com a dor lombar. Portanto, a adoção de hábitos saudáveis desempenha um papel fundamental na prevenção e no tratamento da dor lombar crônica. A educação do paciente desempenha um papel crucial na manutenção do tratamento e na adoção de hábitos que reduzem os fatores de risco.

Digiqole Ad Digiqole Ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *