Jorge Alexandre tem mais uma decisão favorável da Justiça contra fake news

O pré-candidato a prefeito de Camaragibe, Jorge Alexandre, ganhou mais uma decisão favorável da Justiça em relação às ameaças e mentiras de que tem sido vítima nas redes sociais
 Jorge Alexandre tem mais uma decisão favorável da Justiça contra fake news

Jorge Alexandre

O pré-candidato a prefeito de Camaragibe, Jorge Alexandre, ganhou mais uma decisão favorável da Justiça em relação às ameaças e mentiras de que tem sido vítima nas redes sociais. Desta vez, um blog do município foi condenado a pagar uma multa de R$ 18 mil e vai sofrer inquérito da Polícia Federal para investigar crimes como propaganda eleitoral antecipada e calúnia. A representação foi feita pelo Podemos estadual e já está transitada em julgado, não cabendo mais recurso.

A denúncia do partido foi feita após a divulgação pelo blog, que apoia o pré-candidato da atual gestão, de um vídeo que foi editado e manipulado com o objetivo de denegrir a imagem de Jorge Alexandre. O fato caracteriza veiculação de fake News, que foi feita através da rede social Instagram.

“A representação buscava garantir o direito do pré-candidato Jorge Alexandre, que vem sofrendo várias ameaças e mentiras na internet, com fake news e desinformação. A Justiça julgou procedente uma representação judicial e condenou o blog ao pagamento de uma multa de R$ 18 mil, além de sofrer uma investigação da Polícia Federal, que vai instaurar um inquérito policial para apurar possíveis crimes eleitorais, de calúnia, e divulgação de informação falsa”, diz o advogado Gilmar Serra, que faz parte da equipe jurídica de Jorge Alexandre.

O pré-candidato tem incomodado os adversários porque a poucos meses das eleições municipais de 2024, Jorge Alexandre vem recebendo expressivos apoios e ganhando destaque. Os números mostram que o pré-candidato faz parte do maior grupo de oposição da história de Camaragibe.

“Não vamos parar, vamos continuar manejando as ações para poder garantir que as eleições sejam limpas e transparentes. Quem usa a internet divulgar calúnias e informações falsas será punido”, alerta o advogado.

Digiqole Ad Digiqole Ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *