Nos siga nas redes sociais

Colunas

Não tá “tudo ok” na vida da mulher real e tá tudo bem!

Coluna Segura a Onda com Dani Guedes

Publicado

em

Dani Guedes

O cabelo não tá ok.
A unha não tá ok.
A sobrancelha não tá ok.
E tá tudo bem.

Somos mulheres reais, que planejam uma vida real e ideal, mesmo sabendo que não existe busca pela felicidade perfeita. Existe a construção de bons momentos, boas histórias, cicatrizes e lágrimas necessárias.

Criei o hábito de me fechar, reciclar e sim brotar no bailão que eu quiser pra viver um momento comigo de diversão, de aproveitar meus amigos. Essa é a Danielle que passou pela infância na separação dos pais, pela adolescência na obesidade onde cada um que apontasse e julgasse os seus maiores motivos para não corresponder esse amor tão sincero, muitas vezes “porque o meu cabelo era lindo, o sorriso e o coração… mas era gordinha demais pro fulano aceitar”. Não sabia fulano que “o mundo gira, o mundo é uma bola” ne? E que hoje eu encontraria minha melhor versão e ele seria o pai de família buchudo e realizado, mas tá tudo bem. O momento não é de revoltas, mas sim de envaidecer cicatrizes que transformaram meu coração em uma ostra.

Cê conhece bem uma ostra? Ela costuma ser cascuda por fora, ora alimentar alguns, ora produzir pérolas lindas. A natureza é linda ne?

Deus nos criou pensando em tudo e no porque de tudo. Sei que as vezes é difícil explicar a juventude atual que na vida real, as mulheres choram, pagam contas, se arrumam quando querem, se maquiam quando encontram vontade e buscam melhorar a auto estima e não porque quer causar desespero no ex. Na verdade na vida real, o ex faz parte da sua história, da tatuagem da sua vida e dos frios na barriga do começo do relacionamento. Independente das atitudes do outro, o que importa é como você conduz seu coração e como o entrega pelos caminhos da vida. E tá tudo ok!

Costumo mudar o cabelo, as roupas e sapatos porque enjoo na rotina e assim é a vida, os relacionamentos. Já pensou quantas vezes você mudou pra se agradar? Já pensou na dificuldade que foi aprender a ler, praticar atividade física e entender sobre o que pode ou não se alimentar? E ainda assim a vida é linda, os dias são de sol quando tem que ser, de chuva quando tem que ser. Afinal, uma boa planta precisa de luz e água para sobreviver e porque você não?

Eu não me importo se não balada “x” fulano quer me conhecer. EU NÃO QUERO CONHECER FULANO, eu quero curtir a balada, dançar, beber se eu quiser, vestir o que eu quiser. Não ligo se amanhã vou acordar chorando ou não. Na vida real a gente chora quando tira notas boas, quando é expulso de sala e de saudade.

No bailão das mulheres reais tem conta pra pagar, filhos pra criar, casa para arrumar, vinho pra gelar. Muitas vezes congelar o vinho, congela o coração e a cada gole, a realidade aparece e nem precisa de bailão para provocar nada a ninguém. Na verdade, só me importa hoje e deveria ser o que também te importa, se encontrar. Se vestir do melhor sorriso, pra que, quando for a hora certa, se preciso for, você queira dividir a vida com alguém. Se não, tá tudo ok também porque você só tem essa vida pra brotar e ser feliz, a próxima tá longe demais e o ontem já passou.

Tudo isso, porque vi um vídeo foda e repostei nos stories, já que penso igual. Acabei refletindo sobre a mulher foda que somos e a juventude que brota sem curar o que é preciso ou viver o que virá. AME-SE em primeiro lugar e aí sim, FICA TUDO OK!

Continue Reading
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *