Plenário: Elogios e Cobranças ao Governo Marcam Reunião

 Plenário: Elogios e Cobranças ao Governo Marcam Reunião

Foto: Reprodução

A reunião plenária da última quarta (12) foi marcada por elogios, mas também por cobranças ao Governo de Pernambuco e ao Governo Federal. Os deputados se pronunciaram sobre temas como habitação, educação, infraestrutura e direitos fundamentais.

Luciano Duque (Solidariedade) celebrou a ação em conjunto do Governo de Pernambuco com o Governo Federal, em parceria com a Caixa Econômica Federal, que vai resolver os problemas enfrentados por ocupantes ou proprietários de apartamentos em prédios-caixão interditados por risco de desabamento. O deputado afirmou que, além da indenização de R$ 120 mil, a União vai inserir as pessoas no programa Minha Casa, Minha Vida

O parlamentar também fez um apelo ao Governo do Estado e ao Governo Federal para melhorar a fiscalização nas estradas de Pernambuco. Segundo ele, os números de casos de acidente causados por animais soltos nas rodovias têm aumentado. “Solicitamos ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), à Polícia Rodoviária Federal e ao Governo Estadual que somem esforços junto com as prefeituras dos municípios para a criação de uma política permanente de apreensão de animais, pois o problema tem ceifado muitas vidas nas rodovias”, disse.

Auxílio

Rodrigo Farias (PSB) cobrou à governadora Raquel Lyra o pagamento do 13º do Bolsa Família. O deputado afirmou que fez um pedido de informação ao Executivo a fim de apurar as causas do atraso no benefício. Segundo o parlamentar, o Governo do Estado trata a população com descaso e falta de compromisso. “A população mais necessitada de Pernambuco, que depende desse pagamento, está sendo esquecida. É importante que Raquel Lyra governe para todos os pernambucanos, mas a população que mais precisa deve receber um olhar atento e especial”, ressaltou.

Laicidade

João Paulo (PT) defendeu o estado laico (independente de religiões) e a racionalidade nas decisões políticas. O parlamentar enalteceu a importância do respeito ao próximo, a convivência da diversidade de crenças e a garantia igualitária de seus espaços de manifestação. Ele relacionou o proselitismo religioso a desrespeito, imposições, conflitos e injustiças e criticou, por exemplo, o preconceito com os ateus, pessoas que não acreditam na existência de divindades. “É injusto discriminar aqueles que não compartilham de crenças religiosas. Vamos trabalhar juntos por uma sociedade onde todos possam conviver em paz. Dessa maneira garantimos o respeito mútuo e o progresso para todos”, ressaltou. João Paulo afirmou ainda que decisões políticas devem ser guiadas não por dogmas religiosos, mas pela razão e por evidências científicas.

Educação

Coronel Alberto Feitosa (PL) comentou o artigo O desastre da aprendizagem da matemática no Brasil, publicado pelo Jornal do Commercio no último dia 3 de junho. O texto, de autoria do ex-reitor da Universidade Federal de Pernambuco e ex-secretário da Educação Mozart Neves Ramos, trata do déficit de aprendizagem dos jovens que ingressam no ensino superior no País. O parlamentar destacou o trecho que aponta o fato de apenas sete em cada 100 alunos concluintes do ensino médio terem aprendizado adequado na disciplina. A proporção se mantém a mesma entre aqueles que frequentaram escolas de referência em tempo integral. “Comparando com outros países, estamos muito aquém, o que nos leva a concluir que a educação no Brasil precisa imediatamente de socorro”, finalizou.

Céu Albuquerque

Engenheira Civil em Segurança do Trabalho, especialista em Orçamentação, Planejamento e Controle na Construção Civil, Jornalista e Fotógrafa.

Related post

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *