Policiais Civis de Pernambuco Discutem Possível Greve em Assembleia Geral

Sinpol convoca reunião para avaliar falta de negociação com o governo Raquel Lyra.
 Policiais Civis de Pernambuco Discutem Possível Greve em Assembleia Geral

Em campanha na rua, Áureo Cisneiros – Blog Imagem

O Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol) convocou uma assembleia geral para a próxima terça-feira (23), às 17h, na frente de sua sede em Santo Amaro, Recife, a fim de discutir a possibilidade de uma greve. A medida surge em resposta à ausência de negociações entre a categoria e o governo Raquel Lyra, agravada pela falta de diálogo em meio à crise na segurança pública.

O Sinpol justificou a iniciativa ressaltando que a situação crítica na segurança pública não tem recebido a devida atenção do governo estadual, o que impacta não apenas os policiais, mas também a população. O presidente do sindicato, Áureo Cisneiros, alertou para a falta de estrutura, defasagem salarial, piora nas condições de trabalho e a limitação do efetivo, comprometendo a resolução de crimes.

Áureo Cisneiros, que retornou ao comando do Sinpol após ser afastado no governo Paulo Câmara e retornado pela Justiça, reforça a promessa de valorização dos policiais feita durante sua reeleição no final do ano passado. Ele destaca a preocupação com os indicadores criminais de 2023, evidenciando um aumento nos homicídios, roubos de veículos e crimes contra transportes coletivos.

A falta de uma sinalização de negociação e a criação de uma mesa específica para tratar das demandas dos Policiais Civis intensificam a insatisfação da categoria. Em um contexto onde a criminalidade cresce, a greve surge como um alerta, enquanto a população e os policiais aguardam uma resposta efetiva do governo para enfrentar os desafios na segurança pública em Pernambuco.

Fonte: Blog de Jamildo

Digiqole Ad Digiqole Ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *