Raquel sobre chuvas: “histórias se repetem porque estado não entrega barragens prometidas há anos

 Raquel sobre chuvas: “histórias se repetem porque estado não entrega barragens prometidas há anos

“Quando vemos essas chuvas que angustiam a vida da população, sabemos muito bem que tinham obras de barragens que deveriam ter sido feitas. Entregou-se apenas a Barragem de Serro Azul, mas ainda faltam as barragens de Gatos, de Panelas, de Igarapeba. São histórias se repetindo, quando, na verdade, essas obras já estão prometidas e se arrastam há anos”, destacou a pré-candidata ao Governo do Estado, Raquel Lyra (PSDB), ao falar sobre os transtornos enfrentados pela população do Agreste e da Zona da Mata de Pernambuco, com as chuvas intensas que têm caído nos últimos dias.

Raquel tem acompanhado de perto a situação e conversado sobre as providências necessárias com os prefeitos de Canhotinho, Quipapá e Catende, bem como com lideranças de São Benedito do Sul e de outros municípios. “O governador Paulo Câmara, que é tido como o pior governador da nossa história, infelizmente promete de novo agora, lançando novos editais de licitação para complemento dessas barragens”, afirmou.

A postulante se solidarizou com o sofrimento da população do Agreste e da Zona da Mata. Raquel também destacou que, ao longo do primeiro ano de mandato à frente da Prefeitura de Caruaru, em 2017, enfrentou uma enxurrada, mas cuidou dos moradores. “Socorremos a população, cuidamos, sobretudo, de fazer obras de drenagem que pudessem salvaguardar a vida de todos. Em cinco anos, também entregamos mais de 4,5 mil moradias,” frisou.

Para realizar as ações de drenagem, a Prefeitura de Caruaru contou com a parceria da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e com a implantação de um escritório de projetos, com contratação de arquitetos, engenheiros e estagiários, que puderam aprofundar, junto com a Defesa Civil, os pontos de risco da cidade.

Para a Raquel, falta vontade política do governo. “Paulo Câmara fala de um plano de retomada que teria R$ 8 bilhões para gastar. Tem obras de barragens que custariam R$ 40 milhões, R$ 50 milhões, mas, infelizmente, não são prioridade. O resultado é o sofrimento da população”, afirmou.

Segundo a pré-candidata, a exemplo do que fez ao longo de suas gestões, o compromisso com Pernambuco é o de realizar as ações necessárias para que os municípios estejam preparados a enfrentar situações como estas. “Eu vou liderar estas ações, sentar com os prefeitos, com os técnicos, colocar a questão da infraestrutura das cidades no orçamento, e executar as obras necessárias para tornar as áreas urbanas, os municípios cortados pelos rios, as regiões de encostas, de barreiras, em locais seguros para a população. Entregaremos as soluções”, concluiu.

Foto: divulgação

Digiqole Ad Digiqole Ad

Notícias relacionadas